23°
Máx
12°
Min

Rosberg comemora corrida perfeita e Hamilton reclama de proibição da FIA

Rosberg comemora corrida perfeita e Hamilton reclama de proibição da FIA

O alemão Nico Rosberg passeou nas ruas de Baku, no Azerbaijão, e faturou o GP da Europa com 16 segundos de vantagem para o segundo colocado, o também alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, neste domingo. O triunfo fez com que o piloto da Mercedes abrisse vantagem em relação ao companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton, que ficou em quinto lugar.

"Estou muito feliz por vencer aqui em Baku. Não tive a sensação de que algo poderia dar errado em qualquer ponto hoje. O carro estava incrível no final de semana, então agradeço a toda equipe", comentou Rosberg, líder do Mundial de Pilotos.

Hamilton não teve tanta sorte no final de semana. Depois de cometer um erro bobo e largar na décima colocação, o inglês terminou em quinto lugar. Antes disso, porém, sofreu com dificuldades nos comandos do volante. E, perdido ao guiar sua Mercedes, não conseguiu descobrir por que seu carro perdia rendimento.

"Não sei o que aconteceu. Só sei que não tinha força. Existem 16 diferentes modos do motor, então não fazia ideia qual era o problema que eu tive, apenas perdi potência. Não consegui descobrir o que estava acontecendo de errado", afirmou, sem esconder a indignação pela falta de respostas dos engenheiros, via rádio.

Pelas novas regras da Fórmula 1, a equipe deve fornecer o mínimo de informações aos pilotos durante as corridas. "Não consigo ver benefícios nessa regra. A FIA fez a F1 tão técnica. Existem centenas de posições para se colocar o motor, e isso é impossível para eu saber, não importe o quanto estude. Se fosse capaz de resolver essa falha talvez eu poderia fazer parte do show e alcançar os pilotos na minha frente. Mas não pude e é dessa maneira que foi", lamentou.

Com a vitória, Rosberg abriu vantagem na liderança do campeonato. Agora tem 141 pontos contra 117 de Hamilton. Vettel é o terceiro colocado, com 96 pontos. O brasileiro Felipe Massa, décimo colocado neste domingo, ocupa o nono lugar no geral com 38 pontos. A próxima etapa da Fórmula 1, a nona da temporada, acontece em 3 de julho, na Áustria.