21°
Máx
17°
Min

Rosberg é punido por falha da Mercedes e vantagem para Hamilton fica em 1 ponto

Rosberg é punido e vantagem para Hamilton fica em 1 ponto

Mais de três horas após o encerramento do GP da Inglaterra, a ordem do pódio mudou. A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) decidiu punir Nico Rosberg com a perda de 10 segundos, o que faz com que ele perca o segundo lugar da corrida para Max Vestappen. O alemão cai para o terceiro lugar.

A punição foi imposta pela FIA porque a Mercedes se comunicou por rádio com o piloto para informá-lo sobre um problema na caixa de câmbio. No entender da federação, "o time inicialmente deu instruções permitidas, mas, posteriormente, foi além e deu instruções não permitidas, quebrando o artigo 27.1 do regulamento esportivo, que diz que o piloto deve guiar sozinho e sem auxílio".

A Mercedes ainda não se posicionou sobre a punição aplicada ao seu piloto. Esta é a primeira vez que a FIA interfere no resultado de uma corrida a partir da nova regra, que proíbe comunicação entre equipe e piloto. O regulamento, porém, abre exceções quando a informação é fundamental para manter o carro na prova. Para a Mercedes, se Rosberg não deixasse de utilizar a sétima marcha, teria que parar.

A decisão interfere diretamente no Mundial. Com os três pontos perdidos com o rebaixamento do segundo para o terceiro lugar, Rosberg vê a diferença entre ele e Hamilton cair para apenas um ponto - era de 11 antes da prova. O alemão tem 168 pontos, contra 167 do companheiro de equipe. Com 90, em sexto, Vestappen entra de vez na briga pelo terceiro lugar, hoje com Kimi Raikkonen, que tem 106.

Confira a classificação final do GP da Inglaterra:

1.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes) - em 1h34min55s831, após 52 voltas

2.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull) - a 8s250

3.º - Nico Rosberg (ALE/Mercedes) - a 16s911*

4.º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) - a 26s211

5.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 1min09s743

6.º - Sergio Perez (MEX/Force India) - a 1min16s941

7.º - Nico Hulkenberg (ALE/Force India) - a 1min17s712

8.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso) - a 1min25s858

9.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari) - a 1min31s654

10.º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso) - a 1min32s600

11.º - Felipe Massa (BRA/Williams) - a 1 volta

12.º - Jenson Button (ING/McLaren) - a 1 volta

13.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren) - a 1 volta

14.º - Valtteri Bottas (FIN/Williams) - a 1 volta

15.º - Felipe Nasr (BRA/Sauber) - a 1 volta

16.º - Esteban Gutierrez (MEX/Haas) - a 1 volta

17.º - Kevin Magnussen (DIN/Renault) - a 1 volta

Não completaram a prova:

Romain Grosjean (FRA/Haas)

Jolyon Palmer (ING/Renault)

Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Rio Haryanto (IND/Manor)

* punido com a perda de 10 segundos ao final da corrida