26°
Máx
19°
Min

Rosberg supera Ferrari e Red Bull e lidera 2º treino livre em Cingapura

O alemão Nico Rosberg fechou o primeiro dia de atividades do GP de Cingapura na frente. O piloto da Mercedes liderou o segundo treino livre no circuito de rua de Marina Bay, que recebe a 15ª das 21 etapas da temporada 2016, e garantiu o melhor tempo desta sexta-feira.

Rosberg vem embalado por duas vitórias consecutivas, nos GPs da Bélgica e da Itália, que acirraram a disputa com Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe na Mercedes, pelo título mundial, pois agora a vantagem do inglês no campeonato é de apenas dois pontos - 250 a 248.

O alemão, porém, não havia começado bem o fim de semana em Cingapura, pois foi apenas o quinto colocado no primeiro treino livre e ainda bateu na parte final da atividade. No segundo treino, realizado no período noturno (horário local), Rosberg deu a volta por cima e fechou a sexta-feira na frente.

Rosberg marcou o tempo de 1min44s152 na sua melhor volta terminando a sexta-feira na frente, numa atividade que exibiu bastante proximidade de desempenho entre os carros da Mercedes, da Red Bull e da Ferrari, aumentando a expectativa para que a sessão de classificação deste sábado seja mais equilibrada do que o ocorrido nas últimas etapas, com predomínio da equipe alemã.

Quem mais se aproximou de Rosberg foi o finlandês Kimi Raikkonen, que colocou a sua Ferrari em segundo lugar, com a marca de 1min44s427. Assim, ele superou os carros da Red Bull, rival da equipe italiana na briga pelo segundo lugar no Mundial de Construtores e que havia conseguido uma dobradinha no primeiro treino livre.

Líder da sessão inicial, o holandês Max Verstappen fechou o segundo treino livre em terceiro lugar, com o tempo de 1min44s532. Assim, ele voltou a superar o seu companheiro na Red Bull, o australiano Daniel Ricciardo, dessa vez o quarto colocado, com 1min44s557.

Com desempenho bem abaixo do apresentado por Raikkonen, o alemão Sebastian Vettel ficou em quinto lugar com 1min45s161 pela Ferrari - o resultado surpreende principalmente por ele ser o maior vencedor do GP de Cingapura, com quatro vitórias, a última delas no ano passado, já pela equipe italiana.

O alemão Nico Hulkenberg, da Force India, foi o sexto colocado, à frente de Hamilton. O inglês da Mercedes teve problemas hidráulicos e ficou apenas na sétima colocação, com desempenho bem mais discreto do que o costumeiro.

A Toro Rosso colocou os seus carros entre os dez melhores, com o espanhol Carlos Sainz Jr. em oitavo lugar e o russo Daniil Kvyat na décima posição. Entre eles ficou o espanhol Fernando Alonso, em nono lugar - seu companheiro de equipe na McLaren, o inglês Jenson Button, foi o 12º colocado.

O brasileiro Felipe Massa garantiu apenas a 14ª posição, com 1min46s856, uma posição à frente de Valtteri Bottas, outro piloto da Williams. Já Felipe Nasr, com 1min47s531, foi o 18º colocado, dois postos melhor do que o seu companheiro na Sauber, o sueco Marcus Ericsson.

Os pilotos da Fórmula 1 voltam a acelerar no circuito de rua de Marina Bay neste sábado, quando será realizada a sessão de classificação a partir das 10 horas (de Brasília). A largada do GP de Cingapura está agendada para as 9 horas deste domingo.