22°
Máx
14°
Min

Rosberg volta a superar Hamilton em treino livre na Alemanha

Rosberg voltou a superar o inglês Lewis Hamilton nesta sexta-feira (Foto: Studio Colombo Pirelli)  - Rosberg volta a superar Hamilton em treino livre na Alemanha
Rosberg voltou a superar o inglês Lewis Hamilton nesta sexta-feira (Foto: Studio Colombo Pirelli)

Tentando exibir força após ser apeado da liderança do Mundial de Pilotos, o alemão Nico Rosberg voltou a superar o inglês Lewis Hamilton nesta sexta-feira, no circuito de Hockenheim, que receberá o GP da Alemanha de Fórmula 1 no domingo. O piloto da casa cravou a melhor volta do dia, com quase quatro décimos de vantagem sobre o companheiro da Mercedes.

Rosberg, que já havia liderado a sessão inicial em Hockenheim, marcou o tempo de 1min15s614, à frente do 1min16s008 registrado por Hamilton. Como aconteceu no primeiro treino, o alemão dominou a segunda atividade sem sofrer ameaças do novo líder do campeonato.

O piloto alemão tenta aproveitar a vantagem de correr em casa para reverter rapidamente a derrota sofrida no domingo. Ao ser batido por Hamilton no GP da Hungria, Rosberg caiu para a segunda colocação no Mundial, após liderar o campeonato do início até a 10ª etapa - chegou a ostentar 43 pontos de vantagem.

Por causa deste revés, o alemão mostra esforço redobrado na pista de Hockenheim onde já brilhou em 2014, ao vencer a última prova disputada neste traçado (no ano passado não houve a disputa do GP da Alemanha).

Repetindo a ordem do primeiro treino, o também alemão Sebastian Vettel foi o terceiro melhor, com 1min16s208. O piloto da Ferrari foi quase meio segundo mais veloz que na primeira sessão do dia e se aproximou dos carros da Mercedes. Já seu companheiro de equipe, o finlandês Kimi Raikkonen, caiu de rendimento. E trocou a quarta colocação pela sexta, com 1min16s512.

Ele foi desbancado pelos rivais da Red Bull. O holandês Max Verstappen passou de quinto para quarto, com 1min16s456. E o australiano Daniel Ricciardo foi de sexto para quinto (1min16s490).

O Top 10 voltou a contar com os carros da McLaren, como aconteceu no primeiro treino do dia. O inglês Jenson Button, desta vez, foi melhor que o espanhol Fernando Alonso e cravou o oitavo tempo (1min17s087). Alonso, que completa 35 anos nesta sexta, foi o décimo (1min17s225).

A maior mudança entre os dez mais rápidos foi a troca da Toro Rosso pela Force India. O alemão Nico Hülkenberg (7º, com 1min16s781) e o mexicano Sergio Pérez (9º, com 1min17s148) superaram o russo Daniil Kvyat (12º) e o espanhol Carlos Sainz Jr (11º).

A Williams novamente não conseguiu se destacar. O finlandês Valtteri Bottas foi somente o 13º (1min17s425), enquanto o brasileiro Felipe Massa anotou o 15º tempo (1min17s686). Felipe Nasr caiu de rendimento em comparação à primeira sessão e foi somente o 22º e último, com 1min19s295, mais de um segundo atrás do sueco Marcus Ericsson, seu companheiro na Sauber.

O grid de largada do GP da Alemanha será definido no treino classificatório deste sábado, a partir das 9 horas (horário de Brasília). A corrida, no domingo, está marcada para o mesmo horário.