20°
Máx
14°
Min

Scott Dixon bate Castroneves no final do treino e fatura pole da Indy em Toronto

Hélio Castroneves, da Penske, tinha nas mãos a pole position para a etapa de Toronto da Fórmula Indy, mas foi superado pelo neozelandês Scott Dixon na última chance do treino classificatório deste sábado. Ao final do qualificatório, o piloto da Ganassi fez 59s9073 contra 59s9425 do brasileiro e assegurou o primeiro lugar do grid.

O desempenho garantiu a Dixon a sua 24ª pole position na carreira, sendo a primeira na temporada 2016 da Indy, e ainda serviu para desbancar o trio da Penske que vinha na ponta do grid. Atrás de Helinho, aparecem o líder do campeonato, o francês Simon Pagenaud (1min00s2293) e o australiano Will Power (1min00s4085).

"Sempre que você pode começar na pole, especialmente nos circuitos de rua, é uma

grande ajuda", disse Dixon, o quinto piloto diferente a faturar uma pole position na Indy em 2016.

Completam a relação dos seis primeiros colocados o francês Sebastien Bourdais, da KV Racing, com a marca de 1min00s4221, e o canadense James Hinchcliffe, da Schimidt Peterson, com 1min01s5637. O grid escancarou o domínio da Chevrolet, pois somente Hinchcliffe figurou entre os mais rápidos com o motor da Honda.

Outro brasileiro no grid da Indy, Tony Kanaan, da Ganassi, decepcionou neste sábado. Na segunda parte do treino, o baiano fez 1min00s8561 e não conseguiu entrar na lista do "Fast Six", que reúne os seis melhores na busca pela pole.

Os pilotos ainda terão mais uma seção de treinos livres no traçado de rua canadense no domingo, às 11h30 (horário de Brasília), antes da largada para a etapa de Toronto, que está agendada para as 16 horas.