24°
Máx
17°
Min

Sócios decidem que Autódromo Internacional de Curitiba não será mais vendido

(Foto: Divulgação/AIC) - Sócios decidem que Autódromo de Curitiba não será mais vendido
(Foto: Divulgação/AIC)

Depois de uma longa novela, os fãs de automobilismo – especialmente os paranaenses -  podem comemorar: os sócios do Autódromo Internacional de Curitiba decidiram dar continuidade às atividades do autódromo.

Em uma nota publicada no site oficial e nas redes sociais do AIC, a administração afirma que a situação econômica do país ajudou na decisão. “Em razão das boas perspectivas econômicas e políticas para o país para os próximos anos, os sócios do AIC estão optando pela continuidade das atividades”, afirmou.

No entanto, segundo a organização, não foi apenas o aspecto econômico que pesou na escolha de não encerrar as atividades. “Levamos em consideração as mensagens recebidas do poder público, instituição de classes, pilotos e equipes para que fossem analisadas todas as possibilidades de continuidade do autódromo.”

Nas redes sociais, muitas pessoas comemoraram a notícia, já que a venda do terreno onde fica o autódromo já estava praticamente fechada – no local, seria construído um condomínio residencial. “Embora tal decisão exija novos e amplos desafios, estaremos lutando para que esse patrimônio desportivo continue sendo orgulho para o Paraná e para o Brasil”, conclui a nota.