24°
Máx
17°
Min

Aos olhos de Jordan, Villanova vence com cesta no lance final e leva taça da NCAA

Aos olhos do astro Michael Jordan, que foi até o NRG Stadium, em Houston, acompanhar de perto o time da universidade que o lançou para o esporte no qual se consagrou, a equipe de Villanova conquistou o título do Campeonato Universitário de Basquete dos Estados Unidos (NCAA) ao vencer North Carolina por 77 a 74, na noite desta segunda-feira, graças a uma cesta da linha dos três pontos convertida no estouro do cronômetro.

Foi o final de uma partida emocionante, definida no arremesso do ala Kris Jenkins, herói da decisão e autor de 14 pontos pela equipe que comemorou aquele que é o seu segundo título na história da NCAA. O time não ficava com o anel de campeão do basquete universitário dos EUA, que é grande porta de entrada dos atletas do País para a desejada NBA, desde 1985, quando superou Georgetown na decisão.

A partida muito equilibrada realizada no abarrotado NRG Stadium foi considerada pelo jornal USA Today a mais emocionante de todos os tempos na NCAA. E esta análise não foi para menos, pois, a sete segundos para o fim do jogo, Marcus Paige empatou o duelo em 74 a 74 ao acertar uma linda cesta da linha dos três pontos, mesmo marcado e desequilibrado na hora do arremesso.

A quase dois passos da linha dos três, Paige, cestinha do jogo, com 21 pontos, fez Jordan levantar os dois braços na comemoração do empate nas arquibancadas. Porém, o astro teve pouco tempo para vibrar. Já na reposição de bola, Ryan Arcidiacono conduziu o ataque do Villanova quando faltavam 4,7 segundos para o fim e deu a bola para Jenkins, que, a apenas 1,5 segundo do fim e também a cerca de dois passos da linha dos três pontos, arriscou o arremesso e foi muito feliz, levando ao delírio os torcedores da sua universidade, que invadiram a quadra para comemorar. Atônito e novamente focalizado pelas câmeras de TV, Jordan parecia não acreditar no que via.

Curiosamente, Jenkins se consagrou no jogo em que derrotou o seu irmão Nate Britt, que defendeu North Carolina nesta decisão na qual seu time fracassou na tentativa de conquistar pela sexta vez o título do basquete universitário dos EUA. Anteriormente, os Tar Hells, como são conhecidos nos EUA, foram campeões em 1957, 1982, 1993, 2005 e 2009. Na segunda destas conquistas, Jordan foi o autor da cesta decisiva que deu a vitória por 63 a 62 sobre Georgetown na final.

Agora, ao sentir na pele o peso da derrota sofrida da mesma forma, Jordan foi até os vestiários do NRG Stadium para consolar os jogadores de North Carolina. Depois de deixar a universidade, o astro se consagraria na NBA com seis títulos pelo Chicago Bulls e dois ouros olímpicos pela seleção norte-americana, em 1984 e 1992, entre muitos outros feitos que o tornaram, para muitos, o maior jogador de basquete de todos os tempos.