28°
Máx
17°
Min

Brasil massacra o Chile no Sul-Americano Feminino de Basquete

A seleção brasileira feminina de basquete conseguiu mais uma fácil vitória no Campeonato Sul-Americano, que está sendo realizado na cidade de Barquisimeto, na Venezuela. Neste sábado, o time voltou a anotar mais de 100 pontos, assim como havia ocorrido no jogo de estreia, e bateu por 104 a 54.

A ala Iziane foi o principal destaque do Brasil na partida, com 16 pontos, três rebotes, quatro assistências e três recuperações de bola. Mas apesar do massacre, a cestinha do jogo foi uma chilena, Bárbara Cousiño, que marcou 19 pontos e ainda acumulou quatro rebotes e duas assistências.

Quem também se saiu bem na equipe dirigida por Antonio Carlos Barbosa, que rodou bastante o elenco à sua disposição para o duelo, foram Kelly Santos Muller (14 pontos, sete rebotes, duas assistências e uma recuperação de bola), Nádia Colhado (14 pontos, nove rebotes, uma assistência e duas recuperações de bola), Tainá Paixão (13 pontos, quatro rebotes, quatro assistências e duas recuperações de bola) e Patrícia Ribeiro (dez pontos, três assistências e uma recuperação de bola).

O Brasil volta à quadra neste domingo, às 14h45 (horário de Brasília), quando vai encarar a Colômbia. E o retrospecto indica o tamanho do favoritismo da seleção brasileira, que venceu 20 dos 21 confrontos que disputou com as colombianas na história da competição.

Com duas vitórias, o Brasil lidera o Grupo A do Sul-Americano e já desponta para avançar às semifinais. Os quatro primeiros do torneio se garantem na Copa América de 2017, que terá caráter classificatório para o Mundial de 2018. O Brasil não conta na Venezuela com Érika Souza, Damiris e Clarissa Santos, que defendem times da WNBA, a liga feminina de basquete dos Estados Unidos.