21°
Máx
17°
Min

Cavaliers 'varre' o Pistons nos playoffs; Celtics bate Hawks e iguala a série

Depois do San Antonio Spurs, o Cleveland Cavaliers se tornou o segundo time classificado para as semifinais de conferência dos playoffs da NBA na rodada do último domingo. A equipe de LeBron James, Kyrie Irving e Kevin Love derrotou o Detroit Pistons por 100 a 98 mesmo na casa do adversário, fechou a série melhor de sete em 4 a 0 e confirmou a "varrida".

Líder do Leste na temporada regular, o Cavaliers entrou nos playoffs como amplo favorito ao título da conferência, e ao menos nesta primeira rodada confirmou a condição. Apesar do placar de 4 a 0 na série, o Pistons teve bons momentos, principalmente no primeiro jogo, em Cleveland, e na partida deste domingo. Só que aí o time de Ohio mostrou mais experiência e qualidade técnica para vencer.

Cavaliers e Pistons, aliás, estão longe de ser grandes adversários históricos da NBA, mas o clima de rivalidade cresceu durante esta série, a ponto de J.R. Smith pedir silêncio após acertar um difícil arremesso de três no último período de domingo e Kyrie Irving dizer "adeus" à torcida local após comandar a vitória. Nas outras partidas, LeBron já havia se desentendido com jogadores como Andre Drummond e Stanley Johnson.

Isso porque o jogo físico do Pistons incomodou o Cavaliers, principalmente no domingo. As duas equipes foram se alternando na liderança do placar do primeiro ao último quarto. Só que aí, Irving apareceu para decidir. O armador coroou seu ótimo segundo tempo com uma bola de três decisiva a 42 segundos para o fim. O time de Detroit ainda se recuperou e teve uma última chance de empate nas mãos de Reggie Jackson, que, desequilibrado, a desperdiçou.

O cestinha da noite acabou sendo mesmo Kyrie Irving, com 31 pontos, sendo 20 deles no segundo tempo. LeBron contribuiu com 22 pontos e 11 rebotes, enquanto Kevin Love marcou 11 pontos e pegou 13 rebotes. Pelo Pistons, destaque para os 24 pontos de Marcus Morris e os 23, além de 13 rebotes, de Tobias Harris.

Agora, o Cavaliers espera o vencedor do duelo entre Atlanta Hawks e Boston Celtics para conhecer seu próximo adversário, e esta série está bem mais distante de ser finalizada. No último domingo, o Boston Celtics venceu o Jogo 4 em casa por 104 a 95, na prorrogação, e empatou o confronto melhor de sete em 2 a 2.

Depois de duas derrotas em Atlanta, o Celtics confirmou a reação e voltou para a disputa. Agora, a série volta para a Geórgia para o Jogo 5, sendo que o sexto acontecerá novamente em Boston. Caso seja necessária, é o Hawks quem tem a vantagem do mando de quadra para a sétima partida.

Para vencer no domingo, o Celtics precisou frear o ótimo início do Hawks, que chegou a abrir 16 pontos de vantagem no terceiro período. Muito em função da grande atuação de Paul Millsap, autor de 45 pontos no jogo - 26 apenas no primeiro tempo. Mas Isaiah Thomas e Marcus Smart levaram o duelo para a prorrogação. O mesmo Thomas apareceu para acertar arremesso de três decisivo a menos de um minuto para o fim e confirmar a vitória.

Além de 45 pontos, Millsap pegou 13 rebotes para se garantir como grande nome da partida. Mas Thomas (28 pontos), Smart (20), Evan Turner (17) e Jonas Jerebko (16, além de 10 rebotes) fizeram com que o jogo coletivo do Celtics terminasse em vantagem.

Os playoffs da NBA terão sequência nesta segunda-feira com três partidas. Perdendo por 2 a 1, o Charlotte Hornets recebe o Miami Heat precisando da vitória para deixar o confronto em igualdade. Mesma situação do Portland Trail Blazers no Jogo 4 diante do Los Angeles Clippers. Já o Oklahoma City Thunder vence o Dallas Mavericks por 3 a 1 e vai à semifinal do Oeste se vencer em casa.