22°
Máx
14°
Min

Cavaliers vence outra e fica perto da vaga; Spurs passa pelo Thunder fora de casa

Os playoffs da temporada 2015/2016 da NBA viveram mais um dia importantíssimo na última sexta-feira, com as semifinais de conferência. Principal favorito ao título do Leste, o Cleveland Cavaliers vai confirmando esta condição e voltou a passar pelo Atlanta Hawks para abrir 3 a 0 na série melhor de sete. Já o San Antonio Spurs devolveu a derrota que havia sofrido em casa, bateu o Thunder em Oklahoma City e fez 2 a 1 na disputa.

No primeiro jogo da noite, o Cavaliers voltou a utilizar a receita da segunda partida da série para bater o Hawks por 121 a 108, mesmo atuando em Atlanta. A equipe de Cleveland abusou dos arremessos de três pontos, mostrou-se em mais um dia de pontaria inspirada e, assim, arrancou para outra vitória.

Dois dias depois de quebrar o recorde de bolas de três pontos em uma partida da NBA, com 25, o Cavaliers voltou a castigar o Hawks com os arremessos de longe. Foram 21 desta vez, em 39 tentativas, sendo sete no último período, quando os visitantes passaram à frente.

O confronto até foi equilibrado nos três primeiros quartos. O Hawks acertou a marcação na defesa, em parte pela ida de Kyle Korver para o banco, e encontrou resposta no ataque com boas atuações de Jeff Teague, Al Horford, Paul Millsap e do próprio Korver. Com isso, chegou a abrir 11 pontos de vantagem no terceiro período.

Mas a partir daí, o Cavaliers passou a apostar na receita que já havia dado certo na quarta-feira e abusou das bolas de três pontos. Para isto, o Hawks não encontrou resposta, o que foi frustrando os donos da casa, que acertaram somente dois dos últimos 12 arremessos que tentaram e viram o adversário emendar uma sequência de 22 a 5 nos últimos minutos.

O grande herói da vitória foi bastante inesperado. O veterano Channing Frye, de 32 anos, teve sua melhor atuação da carreira nos playoffs ao marcar 27 pontos, sendo 21 em bolas de três. LeBron James (24 pontos e 13 rebotes), Kyrie Irving (24 pontos) e Kevin Love (21 pontos e 15 rebotes) também se destacaram. Pelo Hawks, Al Horford marcou 24 pontos, enquanto Jeff Teague fez 19 e deu 14 assistências.

Já em Oklahoma City, o duelo entre Thunder e Spurs foi mais equilibrado. O time texano precisava da vitória para devolver a derrota sofrida em San Antonio na última partida, e conseguiu. Fez 100 a 96, abriu 2 a 1 na série e avançará à final do Oeste se vencer as últimas partidas em casa.

O Spurs ficou à frente durante boa parte do confronto e chegou a abrir 15 pontos de vantagem no segundo período. Com uma defesa mais forte e diminuindo a velocidade da partida, conseguiu abrir aos poucos. Mas aí, Russell Westbrook liderou uma incrível reação do Thunder, que chegou ao último período de volta na disputa.

A virada veio a oito minutos para o fim e a partir daí, os times passaram a revezar na liderança. O cenário se manteve até dois minutos para o fim, quando Westbrook errou no ataque e permitiu que o Spurs abrisse cinco pontos de vantagem. A segundos para o fim, Kawhi Leonard ainda pegou um rebote ofensivo que garantiu mais uma posse e a vitória ao time texano.

O ala, aliás, foi o grande destaque da partida com 31 pontos e 11 rebotes. LaMarcus Aldridge o auxiliou com 24 pontos, enquanto Tony Parker marcou 19. Pelo Thunder, Westbrook quase anotou mais um "triple-double", ao terminar com 31 pontos, nove rebotes e oito assistências. Kevin Durant anotou com 26 pontos.

As duas equipes voltam a duelar neste domingo, novamente em Oklahoma City, com o Thunder precisando da vitória para empatar a série. Situação mais desesperadora vive o Hawks, que precisa bater o Cavaliers também no domingo, em Atlanta, se não quiser ser "varrido".

Mas os playoffs da NBA terão sequência neste sábado com outras duas partidas. Liderando a série por 2 a 0, o Golden State Warriors, ainda sem Stephen Curry, duelará com o Portland Trail Blazers fora de casa. Já o Miami Heat receberá o Toronto Raptors com o confronto empatado em 1 a 1.