23°
Máx
12°
Min

Cavaliers vence Raptors, faz 2 a 0 na final do Leste e segue invicto nos playoffs

(Foto: Divulgação/Cleveland Cavaliers) - Cavaliers vence Raptors, faz 2 a 0 na final do Leste e segue invicto nos playoffs
(Foto: Divulgação/Cleveland Cavaliers)

O Cleveland Cavaliers segue sobrando nos playoffs da NBA. Na noite de quinta-feira, com mais umas grande atuação de LeBron James, que conseguiu um "triple-double", o time de Ohio ampliou a sua invencibilidade na pós-temporada para dez jogos ao derrotar o Toronto Raptors por 108 a 89, fazendo 2 a 0 na final da Conferência Leste da NBA.

LeBron terminou a partida com 23 pontos, 11 rebotes e 11 assistências. Assim, o astro conseguiu pela 15ª vez nos playoffs somar dois dígitos em três fundamentos, além de ter superado Shaquille O'Neal e se tornado o quarto maior cestinha de todos os tempos da pós-temporada da NBA, com 5.255 pontos, ficando atrás apenas de Michael Jordan, Kareem Abdul-Jabbar e Kobe Bryant.

Assim, ele foi decisivo para o Cavaliers se tornar a quarta equipe da história da NBA a vencer os dez primeiros jogos dos playoffs, se somando ao Los Angeles Lakers em 1989 e 2001 e ao San Antonio Spurs em 2012. Porém, só o Lakers de 2001 faturou o título.

De qualquer modo, agora Cavaliers está a duas vitórias de avançar à sua segunda final consecutiva na NBA, quando tentará encerrar uma seca de 52 anos sem conquistas de uma equipe esportiva profissional de Cleveland.

Além de LeBron, quem também brilhou pelo Cavaliers foi Kyrie Irving, cestinha da partida com 26 pontos. Já Kevin Love anotou 19. "Não acho que se sinta como uma sequência", disse LeBron, sobre a invencibilidade do Cavaliers nos playoffs. "Sinto ganhando um jogo, depois ganhamos o próximo jogo. Temos ido passo a passo. Nós tentamos lidar com a nossa tarefa".

Ao contrário do primeiro jogo da série, quando perdeu por uma diferença de 31 pontos, o Raptors se manteve mais vivo durante a partida desta quinta-feira, especialmente no primeiro quarto, quando, com Luis Scola como titular, chegou a liderar o placar e fechou o período perdendo por 30 a 28.

Mas faltou ao time canadense a força para duelar com um adversário que joga em seu mais alto nível nesta temporada e, contando com a boa atuação dos seus três principais jogadores, foi ao intervalo com uma vantagem de 14 pontos - 62 a 48. No segundo tempo, então, sem muito esforço, o Cavaliers manteve o domínio para voltar a vencer o Raptors.

O terceiro duelo será disputado na noite de sábado em Toronto, no Air Canada Centre, onde o Raptors e Kyle Lowry tentarão melhor a pontaria. Lowry terminou a partida de quinta com dez pontos e acertou apenas oito de 28 arremessos de quadra, sendo apenas um de 15 disparos de três. Ele garantiu, porém, que se sairá muito melhor no Jogo 3.

"Eu tenho muita confiança", disse. "Eu falhei em inúmeros arremessos de três que eu achava que eram bons e que acertei na série anterior. Por isso não me puno. Nós temos um jogo no sábado e sei que vou ser muito mais efetivo. Simples assim".

DeMar DeRozan anotou 22 pontos pelo Raptors, que até agora vem tendo um desempenho desastroso na sua primeira final de conferência. "Não desistimos", afirmou o técnico Dwane Casey. "Todos podem nos dar como mortos, mas não desistimos. Me nego a acreditar nisso".