23°
Máx
12°
Min

Curry e Thompson brilham, Warriors leva título do Oeste e vai buscar o bi da NBA

Com atuações decisivas de Stephen Curry e Klay Thompson, com direito a um novo recorde obtido pelo primeiro deles, o Golden State Warriors venceu o Oklahoma City Thunder por 96 a 88, em casa, e faturou na noite desta segunda-feira o título da Conferência Oeste da NBA. O triunfo fez os atuais campeões da liga de basquete dos Estados Unidos consolidarem uma incrível virada por 4 a 3 na série melhor de sete jogos da decisão, na qual chegaram a estar em desvantagem de 3 a 1.

Desta forma, o Warriors lutará pelo bicampeonato da NBA em decisão contra o Cleveland Cavaliers, de LeBron James, que na final da Conferência Leste superou o Toronto Raptors. No ano passado, o time de Oakland enfrentou justamente o Cavaliers na finalíssima e levou a melhor por 4 a 2 na série melhor de sete partidas. O primeiro jogo desta nova decisão será na próxima quinta-feira, em Oakland.

Eleito MVP (Jogador Mais Valioso) da competição de forma unânime após liderar a melhor campanha em temporada regular na história da NBA, Curry foi o grande nome do triunfo do Warriors nesta segunda. Além de ser o cestinha da partida, com 36 pontos, ele contabilizou 21 deles em arremessos de trás da linha dos três, de onde converteu sete de 12 chutes, sendo que ainda contabilizou oito assistências e cinco rebotes.

Ao marcar 21 pontos da linha dos três pontos, Curry também estabeleceu um novo feito para sua carreira, pois chegou a 32 ao total em tiros de longa distância nesta série decisiva, um recorde em um playoff da NBA.

Já Thompson também estava com a mão certeira ao acertar seis arremessos de três pontos e terminou o jogo com 21 ao total. Ou seja, ele e o astro da equipe combinaram para 57 pontos e conseguiram suplantar a forte equipe do Thunder, que teve como principais destaques Kevin Durant, cestinha do time com 27 pontos, e Russell Westbrook, que contabilizou um "double-double" de 19 pontos e 13 rebotes.

Outro destaque desta vitória do Warriors foi Draymond Green, que ficou muito próximo de contabilizar dois dígitos em dois fundamentos ao fazer 11 pontos e apanhar nove rebotes.

Os brasileiros Leandrinho e Anderson Varejão, por sua vez, entraram em quadra na segunda metade do jogo por pouco tempo pelo time de Oakland, mas foram bem e ajudaram o time a fechar o terceiro quarto em vantagem de 71 a 60. Cada um deles marcou dois pontos.

Varejão, por sua vez, irá reencontrar o seu ex-time na NBA na decisão, que será a sua terceira na liga de basquete dos Estados Unidos. No ano passado, ele estava do outro lado e foi vice-campeão, assim como aconteceu na final que disputou em 2007.

O Warriors acabou se garantindo na sua segunda decisão seguida na NBA ao ser avassalador nos dois últimos quartos. Antes disso, terminou a primeira metade da partida perdendo por 48 a 42, mas depois liderou o terceiro período com a expressiva vantagem de 29 a 12, fato que lhe permitiu ficar com a vitória mesmo sendo superado no quarto final por 28 a 25.

Essa foi também a primeira vez desde 1981 que um time consegue reverter uma desvantagem de 3 a 1 em uma final de conferência da NBA. O Boston Celtics havia sido o último a conseguir este feito, sendo que o Warriors também é apenas o 10º time da história a triunfar em 233 confrontos de playoffs no qual uma equipe chegou a estar vencendo por 3 a 1 uma série decisiva.