26°
Máx
19°
Min

Estrela do basquete australiano, Lauren Jackson anuncia aposentadoria

(Foto: Divulgação)  - Estrela do basquete australiano, Lauren Jackson anuncia aposentadoria
(Foto: Divulgação)

As lesões finalmente conseguiram fazer o que muitas das adversárias de Lauren Jackson não puderam: impedi-la de brilhar em uma quadra de basquete. A australiana, de 34 anos, anunciou nesta quinta-feira a sua aposentadoria, encerrando uma carreira recheadas de conquistas, incluindo quatro medalhas olímpicas.

A quinta poderia vir em agosto, nos Jogos do Rio, mas essa possibilidade terminou com o anúncio na mesma quadra em que ela começou a jogar em 1997, em Camberra, no Australian Institute of Sport, e onde suas companheiras de seleção treinam para a Olimpíada.

"Dizer adeus ao meu amor, ao que era a minha vida, para a minha identidade, isso dói", disse Lauren Jackson. "Algumas lágrimas foram derramadas e eu me sinto um pouco vazia agora".

Lauren Jackson, que disse não saber o que fará no futuro, mas descartou trabalhar como técnica, foi eleita a Jogadora Mais Valiosa da WNBA três vezes, a última em 2010. Na liga norte-americana de basquete, a jogadora de 1,96m atuou entre 2001 e 2012, sendo campeã duas vezes, em 2004 e 2010, pelo Seattle Storm.

Ela chegou a ser incluída em uma lista prévia de convocadas da Austrália para a Olimpíada, mas exames e o aconselhamento de médicos a levaram a desistir de continuar jogando.

"É realmente tão surreal se aposentar aqui onde tudo começou há 19 anos", disse. "Hoje estou anunciando minha aposentadoria do amor da minha vida, o basquete. Dois anos atrás eu machuquei meu joelho jogando na China. Meu joelho acabou degenerando muito, muito rápido, tive artrite e, desde então, passei por várias cirurgias".

Com as lesões, ela passou mais tempo fora da quadra do que dentro dela nos últimos seis anos, seja quando estava no Seattle Storm, no Canberra Capitals ou em passagens por clubes da Espanha e da China. Além disso, também atuou no basquete da Coreia do Sul e também pelo Spartak Moscou, sendo campeã europeia duas vezes pela equipe russa.

Lauren Jackson esteve perto de se aposentar em janeiro, depois de ser hospitalizada com uma infecção no joelho, após uma cirurgia no ligamento cruzado anterior rompido, quando ela disse que precisaria de um "milagre" para jogar no Rio.

A agora ex-jogadora foi medalhista olímpica de prata em 2000, 2004 e 20008, perdendo todas essas finais para os Estados Unidos. Ela faturou o bronze nos Jogos de 2012, além de ter sido a porta-bandeira da Austrália na cerimônia de abertura em Londres.