23°
Máx
12°
Min

Meninas do NBPG terminam com o vice do Estadual

Atual tricampeã do torneio, NBPG termina com a medalha de prata após decisão contra a ADRM/Maringá Basquete (Foto: Divulgação / Rodrigo Czekalski) - Meninas do NBPG terminam com o vice do Estadual
Atual tricampeã do torneio, NBPG termina com a medalha de prata após decisão contra a ADRM/Maringá Basquete (Foto: Divulgação / Rodrigo Czekalski)

Neste domingo (25), o time feminino do projeto Novo Basquete Ponta Grossa/CCR RodoNorte (NBPG) terminou sua participação no Campeonato Paranaense 2016. Com duas vitórias e uma derrota, a equipe ponta-grossense terminou a competição com o vice-campeonato, atrás apenas da ADRM/Maringá Basquete; na decisão, as maringaenses venceram o NBPG por 54 a 50, em duelo decidido nos segundos finais.

“As meninas se empenharam muito, não faltou força de vontade, disposição. Infelizmente não conseguimos mais este título para Ponta Grossa, mas este grupo tem uma história excepcional e agora está focado para a disputa dos Jogos Abertos”, destaca o técnico Ben Hur Chiconato, lembrando que a equipe da cidade defendia o tricampeonato estadual e vinha de 35 vitórias consecutivas, somando mais de três anos sem derrota em jogos oficiais.

Antes da decisão, as meninas do NBPG passaram pelas equipes de São José dos Pinhais (83x33) e Foz do Iguaçu (73x52) para chegar até a grande final, realizada no Ginásio Borell Du Vernay. “Conseguimos chegar em mais uma final, faltou pouco para conseguirmos a vitória. Agora é analisar o que a gente pode melhorar e pensar nos Jogos Abertos”, resume a armadora Cacau, capitã do NBPG.

Homenagem especial

A cerimônia de premiação do Paranaense Feminino reservou uma surpresa especial para a pivô Alessandra Oliveira, campeã mundial e medalhista olímpica com a Seleção Brasileira.  Além de receber o prêmio de cestinha do torneio, com 70 pontos, Alessandra foi presenteada pelo projeto NBPG com uma placa de homenagem, agradecendo a atleta, hoje com 42 anos, pela brilhante carreira no basquete feminino nacional e internacional.

“O NBPG é uma família, uma família que me recebeu de braços abertos desde a primeira vez que joguei aqui. Fico muito feliz de poder colaborar com este projeto tão bacana e compartilhar bons momentos com todo mundo aqui de Ponta Grossa”, disse a pivô, que está confirmada para a disputa dos Jogos Abertos do Paraná, no mês que vem, em Guarapuava.

Paranaense Feminino – Classificação final

  • 1º) ADRM/Maringá Basquete – 6 pontos (3 vitórias)
  • 2º) NBPG/CCR RodoNorte – 5 pontos (2 vitórias)
  • 3º) Abasfi/Foz do Iguaçu – 4 pontos (1 vitória)
  • 4º) São José dos Pinhais – 3 pontos (0 vitórias)
  • Cestinha: Alessandra Oliveira (NBPG/CCR RodoNorte) – 70 pontos
  • Melhor Jogadora: Kaline Silva (ADRM/Maringá)

Colaboração Assessoria de Imprensa.