24°
Máx
17°
Min

Raptors e Hawks vencem e voltam a ficar em vantagem nos playoffs da NBA

Toronto Raptors e Atlanta Hawks aproveitaram-se do fato de atuar em casa para vencer na noite da última terça-feira e fazer 3 a 2 em suas séries nos playoffs da Conferência Leste da NBA. O Raptors suou bastante e precisou virar um jogo que parecia perdido diante do Indiana Pacers para triunfar por 102 a 99. Já o Hawks teve bem mais facilidade para atropelar o Boston Celtics por 110 a 83.

Agora, as duas séries se encontram na mesma situação. O Hawks pega o Celtics em Boston nesta quinta e uma vitória garante a equipe na próxima fase. Em caso de derrota, a série volta para Atlanta, onde será decidida no Jogo 7 no sábado. Mesmo cenário do Raptors, que pega o Pacers em Indianápolis na sexta. Se perder, decide a vaga em casa no domingo.

Parecia que o time canadense colocaria a classificação em risco na última terça-feira e reviveria o fantasma dos playoffs das últimas duas temporadas, quando foi eliminado na primeira rodada por equipes com campanhas inferiores. O começo de jogo mostrou um Raptors nervoso, errando muito no ataque e permitindo pontos fáceis ao Pacers na defesa.

Os visitantes, então, aproveitaram para abrir 15 pontos de vantagem no primeiro quarto, acertando sete das 10 bolas de três pontos que tentaram. O Raptors chegou a diminuir o prejuízo no segundo período, mas em nenhum momento parecia de fato ameaçar a vitória do Pacers.

Isto até o último período, quando os canadenses finalmente acordaram, muito em função da atuação de seus reservas Norman Powell, Cory Joseph e Bismack Biyombo, que fizeram a diferença no momento decisivo. Prova disso foi uma roubada de bola seguida de enterrada de Powell, que deixou tudo empatado a seis minutos para o fim.

O Raptors aproveitou o momento de fragilidade do Pacers e abriu vantagem, mas permitiu novamente que o adversário encostasse, graças a uma linda bola de três de Solomon Hill no minuto final. A equipe ainda teve a chance de empatar no fim e frustrou os canadenses com outro arremesso de três de Hill, mas os árbitros viram no replay que a bola ainda estava na mão do jogador quando o cronômetro zerou.

Pelo Raptors, destaque para os 34 pontos de DeMar DeRozan, os 14 de Kyle Lowry e os dez pontos e 16 rebotes de Biyombo. Paul George marcou 39 pontos para o Pacers, mas somente dois no último período, quando toda equipe viu sua produção ofensiva ser reduzida a nove pontos.

Já em Atlanta, o início de jogo dava a impressão de que Hawks e Celtics viveriam uma noite bastante disputada. As duas equipes começaram com péssimo aproveitamento ofensivo, mas os visitantes ainda conseguiram uma ligeira vantagem. Isso até a metade do segundo período, quando tudo mudou.

A partir daí, os arremessos do Hawks, que só paravam no aro, passaram a cair. Kent Bazemore, Jeff Teague, Mike Scott e Kyle Korver já não erravam mais, enquanto do outro lado, nomes importantes como Isaiah Thomas seguiam em péssima noite. Com isso, o confronto chegou à metade do terceiro período já decidido.

O cestinha da partida foi Scott, com 17 pontos, seguido pelos 16 de Bazemore e Teague e os 13 de Korver. Pelo Celtics, um dos poucos destaques foi Evan Turner, com 15 pontos, enquanto Thomas anotou somente sete.

Os playoffs da NBA terão sequência na noite desta quarta-feira com três partidas. Com a série empatada em 2 a 2, o Miami Heat recebe o Charlotte Hornets tentando retomar a liderança, mesma situação do Los Angeles Clippers, que joga em casa com o Portland Trail Blazers tentando superar as perdas de Chris Paul e Blake Griffin. Também sem seu maior astro, Stephen Curry, o Golden State Warriors recebe o Houston Rockets com vantagem de 3 a 1 na série e pode avançar às semifinais do Oeste.