22°
Máx
17°
Min

Seleção masculina de basquete arrasa o Paraguai e ganha a 2ª no Sul-Americano

(Foto: Divulgação/CBB) - Seleção masculina de basquete arrasa o Paraguai e ganha a 2ª no Sul-Am
(Foto: Divulgação/CBB)

Assim como na estreia contra o Equador, a seleção masculina de basquete não teve qualquer problema para vencer a segunda partida no Sul-Americano, que está sendo realizado em Caracas, na Venezuela. Nesta terça-feira, a vítima foi o Paraguai, batido com facilidade por 101 a 63 (52 a 24 no primeiro tempo), pela terceira rodada do Grupo A da competição.

Com 21 pontos, seis rebotes e duas recuperações de bola, o pivô Olivinha foi o grande destaque do Brasil em quadra. Outros que brilharam na equipe comandada pelo técnico Gustavo De Conti foram o ala-pivô Marcus Toledo (12 pontos e 8 rebotes), o pivô JP Batista (12 pontos, 7 rebotes, 3 assistências e 2 recuperações de bola), o ala-pivô Jefferson Andrade (12 pontos e 8 rebotes) e o ala Guilherme Deodato (10 pontos, 3 rebotes e 2 assistências). Os principais pontuadores paraguaios foram Peralta e Sanchez, com 11 e 10 pontos, respectivamente.

O Brasil volta à quadra nesta quarta-feira, às 14h45 (de Brasília), para encarar a Bolívia. As duas seleções se enfrentaram sete vezes na história da competição, com sete vitórias dos brasileiros. O último confronto foi disputado no Sul-Americano da Argentina, em 2012, e o Brasil venceu por 95 a 46. Na sequência da competição, nesta quinta, a equipe encerra a sua participação na fase de grupos contra a Venezuela.

Em 44 participações até agora, os brasileiros subiram 39 vezes ao pódio com 18 títulos, 12 vice-campeonatos e nove vezes em terceiro lugar. O Brasil não disputou as competições de 1932 e 1943.

Os cinco primeiros colocados no Sul-Americano da Venezuela se qualificam para a Divisão "A" do FIBA Américas 2017, novo sistema de disputa da entidade que controla o basquete que será classificatório para a Copa do Mundo de 2019.