24°
Máx
17°
Min

Warriors bate Thunder, empata série e decidirá vaga na final da NBA em casa

(Foto: Divulgação/Golden State Warriors) - Warriors bate Thunder, empata série e decidirá vaga na final da NBA em casa
(Foto: Divulgação/Golden State Warriors)

O Golden State Warriors estava com a corda no pescoço e precisava vencer o Thunder em Oklahoma City, onde havia sido atropelado nas duas partidas anteriores da série, se quisesse se manter vivo na decisão da Conferência Oeste da NBA. Na noite do último sábado, a situação era extremamente desconfortável para o time de Oakland, mas foi aí que eles mostraram por que fizeram a melhor campanha na temporada regular da liga em todos os tempos, venceram por 108 a 101 e empataram o confronto em 3 a 3.

Não só o Warriors se manteve vivo na disputa e evitou uma eliminação precoce, como decidirá a vaga na final da NBA nesta segunda-feira em casa. E depois de uma vitória tão importante como a de sábado, Stephen Curry e cia. vão extremamente embalados para a partida, ao contrário do Thunder, que perdeu a chance de garantir a classificação diante de seus torcedores.

No sábado, o Warriors entrou em quadra sabendo que precisava fazer algo diferente se não quisesse repetir os dois atropelamentos que sofreu nos outros jogos da série realizados em Oklahoma City. Nos Jogos 3 e 4 deste confronto, o Thunder venceu com facilidade, com 52 pontos de vantagem se levarmos em consideração as duas partidas combinadas.

O Thunder entrou em quadra tentando repetir a estratégia que vinha dando certo até então, abusando das jogadas em transição rápida com Russell Westbrook e dos arremessos de Kevin Durant. E no começo, estava dando certo. Se não disparou no placar, o time da casa passou os três primeiros quartos em vantagem e parecia ter o controle da partida.

O Warriors também tentou repetir o plano do último jogo, quando apostou em uma formação mais alta, com mais tempo de quadra de Andrew Bogut, mas foi as bolas de três que fizeram a diferença para os visitantes.

Se o Thunder acertou somente três de 23 tentativas de longa distância, o Warriors anotou 21 de 44 tentadas. Klay Thompson foi o responsável por 11 delas e quebrou o recorde de bolas de três pontos de um jogador em uma partida dos playoffs da NBA.

Foi só por causa desses arremessos que o Warriors se manteve na partida até o último período, quando Thompson chamou a responsabilidade. Perdendo por 83 a 75 no início do quarto, os visitantes deixaram a bola nas mãos do ala/armador, que não decepcionou. Foram 19 pontos em 12 minutos, sendo cinco arremessos de três convertidos, em seis tentados.

Mas foi uma bola de longa distância de Curry que deixou o jogo empatado a 2min47s para o fim. Os times foram trocando pontos até que Thompson, também de longe, deixasse o duelo em 104 a 101 para o Warriors. Aí, apareceu a forte defesa da equipe, que forçou três erros de Westbrook praticamente seguidos.

Com somente 15 segundos no relógio, Curry acertou lindo arremesso sobre Ibaka, que deixou o Warriors cinco pontos à frente e praticamente definiu o jogo. Depois, ele mesmo roubou uma bola decisiva, que colocou ponto final na partida.

Curry, aliás, terminou a partida com 29 pontos, 10 rebotes e nove assistências, depois de zerar em pontos no primeiro período. Mas o destaque acabou sendo mesmo Klay Thompson, autor de 41 pontos, sendo 33 em bolas de três. Draymond Green ainda contribuiu com 14 pontos e 12 rebotes. Leandrinho e Anderson Varejão pouco atuaram e deixaram a quadra sem pontuar.

Pelo Thunder, Kevin Durant anotou 29 pontos e Russell Westbrook, 28. Mas os dois estiveram longe do melhor aproveitamento e combinaram para 20 arremessos convertidos em 58 tentados.

Agora, Warriors e Thunder se preparam para decidir a vaga na decisão da NBA na segunda-feira. Quem avançar, vai encarar o Cleveland Cavaliers, que confirmou a classificação e ficou com o título do Leste ao fechar a série contra o Toronto Raptors por 4 a 2 na sexta-feira.