24°
Máx
17°
Min

Warriors vence Blazers e se garante na decisão da Conferência Oeste

Atual campeão da NBA, o Golden State Warriors está na final da Conferência Oeste da NBA pelo segundo ano consecutivo. Na noite de quarta-feira, o time de Oakland se manteve vivo na luta para revalidar o seu título ao superar, em casa, o Portland Trail Blazers por 125 a 121 no Jogo 5 da série, fechada em 4 a 1.

Stephen Curry somou 29 pontos e definiu o triunfo a 24s9 do fim, quando acertou um disparo de três, deixando o Warriors em vantagem de 121 a 116. Antes, no estouro do cronômetro do terceiro período pôs o seu time à frente por 93 a 91 para o início do quarto decisivo com outra cesta de três.

Assim, o astro voltou a ser decisivo um dia depois de se tornar o primeiro jogador da história da NBA a ganhar o prêmio de Jogador Mais Valioso de modo unânime. Curry também deu 11 assistências na sua primeira partida como titular após se recuperar de uma lesão no joelho.

Mas quem brilhou mesmo foi Klay Thompson. Sua boa pontaria foi decisiva para o triunfo ao anotar 33 pontos, tendo acertado seis arremessos de três. Ele converteu 13 de 17 arremessos de quadra.

Draymond Green acumulou 13 pontos, 11 rebotes e seis assistências, enquanto o brasileiro Leandrinho Barbosa anotou oito pontos nos 12 minutos em que jogou. Já Anderson Varejão registrou dois pontos em cinco minutos. Damian Lillard foi o principal destaque do Blazers ao anotar 28 pontos, um a mais do que CJ McCollum, mas acertou apenas sete de 24 arremessos de quadra.

Agora o Warriors espera a conclusão da série entre Oklahoma City Thunder e San Antonio Spurs - o Thunder lidera por 3 a 2 e será mandante nesta quinta-feira do Jogo 6. E algum tempo de descanso poderá ser útil ao Warriors, que no segundo tempo não pôde contar com Andrew Bogut por causa de uma lesão na perna direita.

RAPTORS ABRE VANTAGEM - Em casa, o Toronto Raptors superou o Miami Heat por 99 a 91, na noite de quarta-feira, e abriu vantagem de 3 a 2 na série válida pelas semifinais da Conferência Leste. Agora o time canadense só precisa de mais um triunfo para disputar a sua primeira final de conferência. Os times voltam a se enfrentar na quarta-feira em Miami.

Principais jogadores do Raptors, mas apagados em duelos anteriores, DeMar DeRozan e Kyle Lowry voltaram a ser decisivos pelo time canadense. DeRozan igualou a maior produção ofensiva da sua carreira nos playoffs ao marcar 34 pontos, enquanto Lowry anotou 29.

O desempenho foi bem diferente ao do duelo anterior, quando, juntos, ele fizeram 19 pontos, tendo convertido apenas seis de 28 arremessos de quadra. Na quarta, esses 19 pontos foram anotados no primeiro período. No total, foram 20 de 47 arremessos de quadra convertidos, com eles fazendo 59 pontos combinados, a maior quantidade da dupla nesta pós-temporada.

E tudo isso foi conseguido apesar de DeRozan sofrer com dores em um dos polegares. Este, aliás, foi o 13º jogo que DeRozan fez 20 pontos nos playoffs, um recorde da franquia. E a cifra foi alcançada em seis ocasiões nesta pós-temporada. Dwyane Wade foi o destaque do Heat com 20 pontos.

O Raptors chegou a vencer por 20 pontos de diferença no primeiro tempo e por 13 no começo do último quarto, mas viu a sua vantagem ser reduzida a apenas um. DeRozan, então, resolveu o duelo ao converter quatro tiros livres nos últimos 21 segundos.