22°
Máx
16°
Min

Esquiva Falcão bate mexicano por nocaute técnico e alcança 14ª vitória

Aposta de uma das principais promotoras do boxe profissional, Esquiva Falcão vem dando passos marcados para subir degrau por degrau na carreira. Na noite de sábado, o brasileiro foi ao ringue em Los Angeles contra o mexicano Paul Valenzuela Jr, de 29 anos, em peso combinado de 72,7kg. Contra mais um rival mais fraco que ele, venceu por nocaute técnico no quarto assalto. Foi a 14.ª vitória do medalhista olímpico em 14 lutas, a 11.ª por nocaute.

Após a luta, Esquiva disse que aquele havia sido "o melhor lutador" que havia enfrentado no boxe profissional. "Muito forte, resistente", elogiou. O brasileiro esteve dominante nos três primeiros rounds, golpeando principalmente a linha de cintura. No fim do terceiro assalto, acertou um golpe no fígado que visivelmente abalou o mexicano.

O quarto round era o momento para o nocaute e Esquiva notou isso. Valenzuela tentou se proteger com um clinch e se deu mal. Os dois bateram cabeça e o mexicano, que já tinha um corte no supercílio direito, levou a pior. O corte abriu, passou a sangrar muito, e não houve outra solução ao árbitro senão encerrar a luta, decretando nocaute técnico.

Esquiva não deve pular a programação da Top Rank para julho, esperando o nascimento da sua segunda filha, Luísa, para agosto. A tendência é ele voltar a lutar apenas em setembro e especula-se que esse confronto possa acontecer no Brasil. Seria a 15.ª luta profissional de Esquiva. É usual que as lutas contra rivais de expressão sejam marcadas a partir da 16.ª.