22°
Máx
16°
Min

Esquiva Falcão desiste de disputar Jogos Olímpicos do Rio

Em meio à polêmica sobre a participação de boxeadores profissionais na Olimpíada, o brasileiro Esquiva Falcão recuou nesta sexta-feira e decidiu não tentar a vaga nos Jogos do Rio. O atleta conquistou a medalha de prata nos Jogos de Londres, em 2012.

"Eu tive uma reunião com a minha equipe e decidimos que vamos focar na carreira profissional. Não vamos disputar o Pré-Olímpico porque nós não queremos dar um passo atrás na carreira. Queremos seguir em frente. Temos planos de ser campeões mundiais", afirmou, ao reforçar sua grande meta.

Esquiva, que se tornou profissional depois da última Olimpíada, demonstrou interesse em disputar mais a edição do Rio de Janeiro dos Jogos Olímpicos quando a Associação Internacional de Boxe (Aiba) cogitou a possibilidade de permitir profissionais no grande evento esportivo de agosto.

A Aiba promete votar em 1º de junho uma mudança nos seus estatutos, retirando o veto a boxeadores profissionais. Isso permitiria a participação desses pugilistas no Pré-Olímpico Mundial que vai acontecer na segunda quinzena de junho em Baku, no Azerbaijão, tentando a vaga no Rio-2016.

Esquiva, contudo, recuou da tentativa de disputar o pré-olímpico depois que Bob Arum, dono da Top Rank, empresa que agencia sua carreira, afirmou publicamente ser totalmente contrário à ideia de ver profissionais na Olimpíada.

"A ideia de permitir profissional nas Olimpíadas nesse curto período é absolutamente insana. Essas pessoas (responsáveis pela ideia) devem ter suas cabeças examinadas", disse Arum na sexta-feira.