21°
Máx
17°
Min

Vitória de americana no Mundial de Boxe garante Andréia Bandeira na Olimpíada

O Mundial Feminino de Boxe se encerrou para o Brasil na última segunda-feira, com a eliminação de Adriana Araújo em Astana, mas o País teve o que comemorar nesta terça. Com a classificação da norte-americana Claressa Shields para as semifinais da categoria até 75kg, a brasileira Andréia Bandeira conquistou uma vaga nos Jogos Olímpicos do Rio.

A brasileira venceu a sua luta de estreia no Mundial de Boxe em Astana, mas foi derrotada no seu segundo combate, pelas oitavas de final, o que a deixou sem depender das suas forças para se garantir na Olimpíada, o que ocorreu nesta terça-feira com a vitória de Claressa Shields sobre a casaque Violleta Knyazeva por decisão unânime dos árbitros, em luta válida pelas quartas de final.

O Mundial Feminino de Boxe distribui vagas na Olimpíada para as semifinalistas, mas Claressa Shields compete no Casaquistão já classificada ao Rio-2016 por ter assegurado a sua presença no Pré-Olímpico das Américas. Com a sua classificação às semifinais em Astana, a vaga do classificatório continental foi herdada pela terceira colocada naquela competição entre as meio-pesado, que foi Andréia Bandeira.

Assim, Andréia Bandeira se tornou a segunda boxeadora brasileira classificada para a Olimpíada. A outra é a leve Adriana Araújo, que recebeu um dos convites que a Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe) tem direito por ser o país-sede da Olimpíada.

Além disso, o Brasil já tem mais sete boxeadores garantidos na Olimpíada. O peso pesado Juan Nogueira se classificou através de uma espécie de repescagem no Pré-Olímpico das Américas, O leve Robson Conceição conquistou a vaga nominal pelo quarto lugar no Mundial do ano passado, enquanto o mosca ligeiro Patrick Lourenço, o mosca Julião Neto, o galo Robenilson Jesus, o meio-médio ligeiro Joedison Teixeira, o Chocolate, e o meio-pesado Michel Borgesforam convocados pela CBBoxe pelos convites dados ao país-sede.

O Brasil ainda tem mais uma chance de classificar boxeadores para os Jogos do Rio, no Pré-Olímpico Mundial no Azerbaijão, marcado para junho.