28°
Máx
17°
Min

Black Sharks perde em casa na estreia do Paranaense

Foto: Lauane de Melo - Black Sharks perde em casa na estreia do Paranaense
Foto: Lauane de Melo

O time de futebol americano de Foz do Iguaçu, Black Sharks, estreou no Campeonato Paranaense neste domingo, 13, com derrota.

A equipe da fronteira, recebeu no Gresfi, o Brown Spiders, de Curitiba e mesmo lutando muito em campo, os adversários emplacaram um resultado de 20 a 0.

O jogo

O primeiro quarto até começou equilibrado. Mas, no finalzinho, o ataque do Brown Spiders conseguiu furar a defesa do Sharks e saiu na frente com um touchdown e o extra point convertido, 7 a 0.

O Foz sentiu o TD e não conseguia criar no campo ofensivo. Erros individuais e faltas prejudicaram o Sharks em campo. A equipe de Curitiba aproveitou a situação para marcar mais pontos no segundo quarto.

Aos 02 minutos, o BS anotou mais um touchdown e concluiu o chute extra, 14 a 0.

Ainda neste período, Fracaro, provou porque é considerado um dos melhores chutadores do país. O atleta deu um bico na bola e marcou a mais de 50 jardas de distância, 17 a 0.

No terceiro quarto, o BS decretou números finais a partida. Mais uma vez, Fracaro, com um chute de longa distância, anotou outros três pontos para os visitantes, 20 a 0. No último tempo, o Brown Spiders apenas administrou o resultado.

Com o placar, o Black Sharks ocupa a terceira colocação na Divisão Iguaçu. O time da fronteira volta a campo no domingo de Páscoa, 27, contra o Pyros, em Maringá.

"Todo reinício de trabalho é difícil. Nós fizemos algumas mudanças na estrutura do time, e sabíamos que poderia acontecer a derrota. Ela não significa que falhamos por completo e sim, que precisamos trabalhar mais para aparar as arestas, e preparar o time para este próximo jogo. Perdemos para um grande time, o mérito da vitória e deles. A nós nos resta analisar os erros e trabalhar para corrigi-los, para que possamos sair com a vitória mesmo jogando fora de casa. Gostaria de agradecer a torcida, que marcou presença e nos apoiou o tempo todo", finalizou o diretor e atleta, Emerson Digão.

Colaboração: Assessoria de imprensa