21°
Máx
17°
Min

À espera do STJD, jogadores do Londrina ignoram escolha de adversário

(foto: Vagner Gomes/Rede Massa) - À espera do STJD, jogadores do Londrina ignoram escolha de adversário
(foto: Vagner Gomes/Rede Massa)

Atlético Paranaense ou Foz do Iguaçu? Para os jogadores do Londrina, o time está preparado para qualquer adversário nas quartas-de-final do Campeonato Paranaense, independentemente da decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJD) em sessão marcada para esta quinta-feira (31).

Caso recupere os seis pontos perdidos pela escalação irregular do volante Germano, o Tubarão fecha a primeira fase em primeiro e encara o Foz do Iguaçu, jogando a primeira na fronteira e decidindo no VGD. Se não reverter a situação na instância superior, segue em quinto lugar e pega o Atlético Paranaense, decidindo o confronto na Arena da Baixada.

“Não muda em nada nossa preparação. Trabalhamos durante a semana pensando na vitória. Temos que dar mérito a todos que chegaram, é um campeonato muito difícil”, afirma o lateral Paulinho, que completa 50 jogos com a camisa do Tubarão no final de semana.

“Temos que estar concentrados, fazer o melhor nos treinos e mostrar em campo que podemos sair classificados.  São dois times qualificados, então essa indefinição não atrapalha em nada”, garante o goleiro Marcelo.

O único a sair de cima do muro foi o meia Rafael Gava, que demonstrou preferência em enfrentar o Foz. “Se a decisão for pelos seis pontos, a gente fica em primeiro e decide em casa. Mas estamos com foco total em fazer dois bons jogos e sair com a classificação”.

A sessão do Superior Tribunal de Justiça está marcada para começar às 10h, com dez processos a serem analisados. O recurso 46/2016, do Londrina, é o penúltimo da lista.