23°
Máx
12°
Min

Agüero perde pênalti, Argentina cai em casa para o Paraguai e se complica

A Argentina foi surpreendida nesta terça-feira e caiu diante do Paraguai mesmo atuando em casa, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2018. Em péssimo dia de seu estrelado ataque, com direito a desperdício de pênalti de Agüero, os argentinos deixaram o campo em Córdoba vaiados pela torcida após a queda por 1 a 0, com o gol solitário de Derlis González no primeiro tempo.

O resultado manteve a Argentina na quinta colocação, com 16 pontos, que lhe daria vaga na repescagem para o Mundial. O Paraguai, por sua vez, entrou de novo na briga para garantir o passaporte à Rússia, subindo para sexto, com 15 pontos. Dia 10 de novembro, a Argentina visita o Brasil no Mineirão, e o Paraguai recebe o Peru em Santiago.

Como era de se esperar, a Argentina começou dona da posse de bola nesta terça, mas o Paraguai era mais perigoso nas poucas vezes que ia ao ataque. Aos seis minutos, Gómez aproveitou cobrança de falta e desviou com perigo. Aos 17, o time visitante abriu o placar. O corintiano Ángel Romero fez boa jogada pelo meio e deu ótima enfiada para Derlis González. Ele arrancou, invadiu a área sozinho e encheu o pé para vencer Sergio Romero.

Imediatamente, o Paraguai se fechou ainda mais na defesa e a Argentina se lançou ao ataque. O domínio territorial dos donos da casa passou a ser amplo e o empate quase saiu já aos 23. A defesa paraguaia saiu jogando errado, a bola chegou em Di María pela esquerda, ele encheu o pé e acertou a trave.

As chances se sucediam e o nervosismo crescia a cada desperdício. Aos 25 minutos, Marcos Rojo deixou evidente sua falta de instinto de artilheiro ao ficar sozinho dentro da área, após erro da defesa adversária, e isolar uma ótima oportunidade.

A pressão do primeiro tempo intensificou no segundo, e a Argentina teve a melhor chance para empatar logo no primeiro minuto. Higuaín tentou de cabeça e a bola parou no braço de Paulo da Silva. O árbitro deu pênalti, que Agüero bateu no canto esquerdo de Justo Villar. O goleiro caiu bem e espalmou.

Foi o início do duelo particular entre os dois, com a vantagem sempre do lado do paraguaio. Aos três minutos, Agüero arrancou com muita velocidade da intermediária, passou pelo zagueiro e, de frente para Villar, bateu. Mas o goleiro levou a melhor novamente.

Aos oito, a Argentina chegou a marcar com Rojo, mas o árbitro viu irregularidade e anulou o lance. Os desperdícios frustravam os argentinos - em campo e nas arquibancadas -, e aos poucos a pressão diminuiu.

A tática defensiva paraguaia ganhou força, e nem as substituições argentinas mudaram o panorama. Dybala e Lucas Pratto entraram para fortalecer o ataque, mas a Argentina seguia sobrevivendo de lançamentos longos e cruzamentos para a área. Em duas oportunidades, Agüero e Higuaín até levaram vantagem, mas finalizaram em cima de Villar. Nas outras, os zagueiros visitantes afastaram o perigo sem maiores dificuldades.