27°
Máx
13°
Min

Aguirre poupa nove e escala Robinho para encarar a URT no sábado

(Foto: Bruno Cantini/Atlético MG) - Aguirre poupa nove e escala Robinho para encarar a URT no sábado
(Foto: Bruno Cantini/Atlético MG)

O técnico Diego Aguirre vai levar um Atlético-MG alternativo a campo para encarar a URT neste sábado, no Independência, pelo Campeonato Mineiro. Em relação à equipe que venceu o Independiente del Valle na quarta-feira, nove jogadores serão poupados. A grande atração ficará por conta da primeira partida de Robinho como titular.

Na quarta, Robinho entrou no início do segundo tempo e pouco fez nos quase 40 minutos em que esteve em campo. Se na ocasião o atleta substituiu Cazares e fez uma função centralizada pelo meio de campo, desta vez deverá comandar o ataque na primeira vez que iniciará um jogo com a camisa do clube.

Cazares, aliás, será um dos dois mantidos no time titular, ao lado de Victor. O meia equatoriano fez sua estreia oficial pelo Atlético-MG na quarta-feira e foi o principal destaque na vitória por 1 a 0. Tanto, que sua substituição no início do segundo tempo foi bastante criticada pelos atleticanos no Independência.

Aguirre deixou claro desde sua chegada ao Atlético-MG que a Libertadores será sua prioridade e, por isso, tem poupado peças nas partidas do Mineiro. Por isso, levará o time para encarar a URT com: Victor; Carlos César, Tiago, Edcarlos e Lucas Cândido; Eduardo, Júnior Urso, Dátolo e Juan Cazares; Hyuri e Robinho.

"Eu já havia falado há duas semanas que, quando todos jogadores estivessem disponíveis, teríamos um elenco forte e opções excelentes como para formar um ataque com Robinho, Hyuri, Cazares e Dátolo, o que faz com que tenhamos um time muito forte para o jogo de amanhã", comentou o treinador.

Com 10 pontos, o Atlético-MG lidera o estadual e não quer saber de perder esta condição. "Temos que vencer para continuar na liderança do Campeonato Mineiro, que é um dos nossos objetivos. Respeitamos sempre os rivais e vamos nos preparar para que cada jogador dê o seu máximo", afirmou Aguirre.