21°
Máx
17°
Min

Alemanha estreia na Eurocopa com vitória e manutenção de tabu contra Ucrânia

(Foto: Divulgação)  - Alemanha estreia na Eurocopa com vitória e manutenção de tabu contra Ucrânia
(Foto: Divulgação)

Em busca de se tornar a única seleção tetracampeã da Eurocopa, a Alemanha estreou no torneio neste domingo com uma vitória por 2 a 0 sobre a Ucrânia, em Lille. Os gols marcados por Mustafi e Schweinsteiger garantiram a manutenção do tabu de a seleção alemã nunca ter perdido para os ucranianos.

Com o triunfo sobre a Ucrânia, a Alemanha foi a três pontos, na ponta do Grupo C, ao lado da Polônia, que superou a Irlanda do Norte pelo mesmo placar, horas mais cedo neste domingo. A segunda rodada da chave acontece na próxima quinta-feira, com Ucrânia x Irlanda do Norte e Alemanha x Polônia.

Em uma partida com início bem equilibrado, a primeira oportunidade de gol surgiu para a Alemanha aos 12 minutos. Draxler cruzou para Müller, que passou para Hector, mas a finalização saiu ruim.

Sete minutos depois, Mustafi abriu o placar. Em cobrança de falta de Kroos pela intermediária no lado direito, o zagueiro subiu mais que a zaga ucraniana e testou firme para as redes.

Atordoada com o gol sofrido, a Ucrânia só conseguiu responder aos 26 minutos, quando Khacheridi obrigou Neuer a fazer a primeira defesa difícil. Em seguida, foi a vez de o goleiro Pyatov parar um ataque da Alemanha ao fechar bem o ângulo em finalização de Khedira.

Pouco antes do intervalo, a Ucrânia partiu para cima acreditando que poderia marcar o gol de empate. Aos 36, Konoplyanla apareceu sozinho para finalizar pela esquerda e o zagueiro Boateng salvou em cima da linha. No minuto seguinte, Fedeskiy balançou as redes, mas a arbitragem viu impedimento no lance. Tudo igual após 45 minutos.

Na segunda etapa, a Alemanha apareceu disposta a não deixar a Ucrânia gostar do jogo e começou a levar perigo ao gol de Pyatov. Aos dois minutos, o goleiro defendeu bom chute de Draxler. Já aos seis, Kroos chutou de longe com perigo. O time ucraniano respondeu aos 11, quando Rakitskiy bateu de fora da área e Neuer mandou para escanteio.

Com o passar do tempo, a Alemanha passou a administrar o resultado e tocar a bola no campo de defesa. Quando encontrava espaço, buscava a finalização. Khedira, Müller e Özil tiveram chances de marcar o segundo, mas pararam em boas defesas do arqueiro.

Aos 44 minutos do segundo tempo, o técnico Joachim Löw colocou Schweinsteiger no lugar do jovem Götze. Já nos acréscimos, após rápido contra-ataque, Özil tocou na medida e o veterano que havia acabado de entrar deu números finais ao marcador.

FICHA TÉCNICA:

ALEMANHA 2 X 0 UCRÂNIA

ALEMANHA - Neuer; Mustafi, Boateng, Hoewedes e Hector; Khedira e Kroos; Müller, Draxler (Schürrle) e Özil; Götze (Schweinsteiger). Técnico: Joachim Löw.

UCRÂNIA - Pyatov; Fedetskyy, Rakitskiy, Khacheridi e Shevchuk; Kovalenko (Zinchenko) e Yarmolenko; Stepanenko, Konoplyanka e Sydorchuk; Zozulya (Seleznyov). Técnico: Mykhaylo Fomenko.

GOLS - Shkodran Mustafi, aos 19 minutos do primeiro tempo; Bastian Schweinsteiger, aos 47 do segundo.

ÁRBITRO - Martin Atkinson (Inglaterra).

CARTÕES AMARELOS - Yevheniy Konoplyanka (Ucrânia).

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Pierre Mauroy, em Lille (FRA).