22°
Máx
16°
Min

Allardyce lamenta saída da seleção inglesa: 'A armadilha venceu'

(Foto: Divulgação)  - Allardyce lamenta saída da seleção inglesa: 'A armadilha venceu'
(Foto: Divulgação)

Fora do comando da seleção da Inglaterra, Sam Allardyce se manifestou nesta quarta-feira sobre o incidente que provocou a sua queda na última terça, expressando pesar sobre observações "bobas" realizadas a jornalistas disfarçados.

Embora tenha se desculpado por suas indiscrições, Allardyce se queixou do que definiu como "armadilha" do jornal Daily Telegraph em que ele caiu, tornando insustentável a sua permanência depois de apenas 67 dias e apenas um jogo no comando da Inglaterra.

Na última segunda-feira, o jornal "The Telegraph" divulgou um vídeo no qual Allardyce aceitava dinheiro para ajudar uma empresa asiática - fictícia, inventada pelo veículo - a burlar regras sobre transferências de jogadores no país. Ele receberia 400 mil libras (cerca R$ 1,68 milhão) para isso.

Um outro vídeo mostrou Allardyce ironizando seu antecessor, Roy Hodgson, que foi demitido após a humilhante eliminação da Inglaterra pela Islândia na Eurocopa, em junho, questionou a estratégia financeira da Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), desdenhando do seu presidente e até do príncipe William.

Allardyce, de 61 anos, foi filmado em um hotel de Londres em agosto e em um restaurante de Manchester conversando com os repórteres disfarçados. "Refletindo, foi uma coisa estúpida que fiz, mas apenas para deixar todo mundo sabendo, eu tipo que ajudei alguém que conhecia há 30 anos", disse Allardyce, referindo-se ao empresário Scott McGarvey.

"Infelizmente, foi um erro de julgamento, em meu nome e eu pago pelas consequências. A armadilha venceu nesta ocasião, e eu tenho que aceitar isso. O acordo foi feito muito amigavelmente com a FA. Peço desculpas a ele e todos os interessados nessa infeliz situação que eu me coloquei", acrescentou.

Allardyce nunca sequer teve a chance de comandar a Inglaterra em Wembley, com o seu único jogo à frente da equipe tendo sido a vitória sobre a Eslováquia, fora de casa, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, no início deste mês. Até a definição do seu substituto, a seleção inglesa será comandada por Gareth Southgate, o atual técnico da equipe sub-21.