21°
Máx
17°
Min

Andrés diz que Cristóvão é nota 7 e que Corinthians não precisa de reforços

Alvo de críticas de muitos torcedores do Corinthians, o técnico Cristóvão Borges ganhou um apoio de peso. O ex-presidente do clube, André Sanchez, que embora não tenha mais nenhum cargo, ainda exerce muito poder, disse que a demissão do treinador não é algo pensado pela diretoria.

"Mudar de treinador é a última opção. Porque ele errou uma substituição ou perdeu um jogo... Se mudar o treinador vamos voltar dez anos atrás", disse, em entrevista à Rádio Globo. "O Cristóvão hoje é nota 6 ou 7. Quando ganhar o campeonato, vai ser 8 ou 9", completou.

O ex-dirigente ainda negou que o Corinthians precise de um atacante, como Cristóvão e boa parte da torcida tem pedido. "O Corinthians não precisa de centroavante. Tem atacante até demais. O que precisa é fazer gol", bradou.

Andrés ainda minimizou o protesto feito por torcedores no Parque São Jorge, na segunda-feira, onde cobraram reforços e a saída de alguns jogadores, como, por exemplo, Elias e André.

"As pessoas são muito ingratas. Querem resultado de uma hora para outra. Para remontar o time novamente é difícil. Saíram oito e chegaram nove, mas o time está aí, a dois, três pontos do líder, um time que foi praticamente montado este ano, diferente dos outros times. Foi um planejamento muito bem feito", analisou o ex-presidente, que até janeiro tinha o cargo de superintendente de futebol do Corinthians.