22°
Máx
14°
Min

Anfitrião da Copa de 2022, Catar abre a sua 'casa' no Rio durante Olimpíada

Foto: AFP - Anfitrião da Copa de 2022, Catar abre a sua 'casa' no Rio 2016
Foto: AFP


Palco da Copa do Mundo de 2022 e disposto a sediar a Olimpíada de 2028, o Catar vai abrir no dia 5 sua casa de hospitalidade, chamada Bayt Qatar, em um casarão de Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro.

Governado por uma das famílias reais mais ricas do mundo, o país vai expor aspectos de sua história e não faltará ostentação: alguns ambientes são aromatizados com um perfume típico do Catar, entre os alimentos oferecidos estão pratos do estrelado chef Alex Atalla e uma loja venderá artigos que variam de R$ 9 (uma caneta) a R$ 19 mil (um colar de madeira e ouro feito pelo designer de joias carioca Antonio Bernardo).

Para entrar na exposição será preciso se cadastrar pelo site www.baytqatar.qa e comprar ingresso por R$ 20. A renda será doada para a ONG que mantém o projeto Futuro Olímpico, que oferece aulas de atletismo a estudantes da rede pública do Rio de Janeiro.

O público terá acesso a dois grandes espaços de convivência que vão concentrar atrações típicas do Catar, como pintura de henna, dança das espadas, workshop de cafés e chás, shows de música, criação de artes gráficas por artistas do país árabe, reprodução do Garangao - festival celebrado no 14º dia do Ramadã, quando crianças usam roupas típicas para percorrer casas da vizinhança - e ainda uma série de desfiles de moda. Por meio de projeções será possível fazer um passeio virtual pelo Catar. Um dos espaços interativos tem informações sobre a cultura, a educação, a história e os esportes praticados no país árabe.

De acordo com a diretora de marketing e comunicação do Comitê Olímpico do Catar, Asma Al-Thani, o Catar se inspira no Brasil para se tornar sede da Copa do Mundo e da Olimpíada. "Os cataris são como os brasileiros, hospitaleiros e alegres", definiu.

Outro destaque da casa catari é o menu desenvolvido pelo chef brasileiro Alex Atala, dono do restaurante D.O.M., em São Paulo. Sem pagar nada além do ingresso, os visitantes poderão degustar comidas típicas desenvolvidas a partir de uma pesquisa feita por Atala durante uma viagem pelo Catar. Cada pessoa terá direito a saborear dois pratos típicos.

A representação do Catar ocupa um imóvel que, após os Jogos Olímpicos do Rio, vai funcionar como escola particular. O governo catari vai montar uma biblioteca e doar à instituição de ensino.