24°
Máx
17°
Min

Após acidente com grade, Polícia Militar veta jogos no Morumbi

(Foto: Site Oficial São Paulo FC( - Após acidente com grade, Polícia Militar veta jogos no Morumbi
(Foto: Site Oficial São Paulo FC(

A Polícia Militar (PM) vetou nesta sexta-feira a realização de jogos no Morumbi até que o São Paulo arrume o guarda-corpo danificado em um acidente na última quarta-feira. O órgão só vai liberar a utilização do estádio quando a estrutura estiver consertada e uma nova vistoria no local possa ser feita. O próximo jogo da equipe como mandante é no dia 22, contra o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro.

Durante a partida contra o Atlético-MG, pela Copa Libertadores, a grade cedeu na hora da comemoração do gol da vitória do time. Cerca de 25 torcedores que estavam em um camarote reservado para a Conmebol caíram de uma altura de cerca de 2,5 metros até o fosso do estádio. O ambulatório do estádio recebeu 16 feridos, sete deles foram removidos para hospitais e destes, três tiveram fraturas.

O São Paulo já esperava essa decisão e, embora trate com prioridade acompanhar o estado de saúde dos feridos no acidente, promete acatar as determinações da autoridades. O clube recebeu a notificação da PM nesta sexta e ainda não definiu uma data para começar a arrumar o guarda-corpo. A diretoria se comprometeu a bancar os gastos hospitalares de todas as vítimas.

O Ministério Público de São Paulo instaurou na quinta-feira inquérito para apurar as causas do acidente no estádio do Morumbi. De acordo com a portaria assinada pelo promotor de Justiça Marcus Vinicius Monteiro dos Santos, da promotoria de Habitação e Urbanismo, o clube tem dez dias para apresentar laudo técnico para comprovar as condições de segurança do estádio.

O mesmo prazo serve para que a Federação Paulista de Futebol (FPF) e a Secretaria Municipal de Licenciamentos comprovem a adequação do local, principalmente a qualidade das proteções nas arquibancadas.

O promotor escreve na portaria que se faz necessário verificar a autenticidade de informações prestadas recentemente pela prefeitura e pelo Corpo de Bombeiros com base em um laudo técnico de 1999 em que se confirmava as condições de segurança no Morumbi para a realização de eventos esportivos.