26°
Máx
19°
Min

Após contratar Paulo Henrique Ganso, Sevilla quer tirar Rodrigo Caio do São Paulo

(Foto: Divulgação/SPFC) - Sevilla quer tirar Rodrigo Caio do São Paulo
(Foto: Divulgação/SPFC)

O São Paulo se prepara para perder o zagueiro Rodrigo Caio após os Jogos Olímpicos do Rio, mas pretende fazer jogo duro para conseguir o máximo possível de dinheiro na transação. O Sevilla, que levou recentemente o meia Paulo Henrique Ganso, é quem mais demonstra interesse no jogador de 23 anos.

O clube espanhol está disposto a pagar 9,5 milhões de euros (R$ 34,9 milhões) por 80% dos direitos econômicos do zagueiro - o clube continuaria com mais 10% e o atleta os outros 10%, mais 2,5 milhões de euros (R$ 9,1 milhões) por bônus como títulos, números de jogos, gols, dentre outros. A diretoria tricolor, que publicamente sequer confirma um contato oficial de algum clube, já avisou ao Sevilla que não aceita negócio por esse valor, mas a tendência é que as conversas continuem.

O São Paulo trabalha com a ideia de receber 15 milhões de euros (R$ 55 milhões) pelo jogador e tentar mantê-lo, pelo menos, até o fim do ano. Além do Sevilla, o Milan também tem interesse, mas ainda está na fase de monitoramento do jogador e não formalizou oferta.

A janela de transferências para o mercado europeu fecha no próximo dia 31, mas a diretoria são-paulina gostaria de segurar o atleta pelo menos até o fim do ano. O que pode ocorrer é algo semelhante ao que o Palmeiras fez com Gabriel Jesus, que o negociou com o Manchester City e o atacante só vai se apresentar ao novo clube em janeiro.

Entretanto, Rodrigo Caio já avisou para a diretoria que entende ter chegado a hora de deixar o futebol brasileiro. Ele se sente bem tecnicamente e acredita que o momento é propício para iniciar a sua trajetória na Europa e tentar aproveitar a boa campanha da seleção olímpica para chegar com mais moral no novo clube.

Algo que mexeu também com o jogador foi ter recebido um telefonema do técnico Jorge Sampaoli, do Sevilla. O argentino fez a mesma coisa com Paulo Henrique Ganso, durante as negociações para ele deixar o clube tricolor. Rodrigo Caio espera que até o começo da semana que vem seu passaporte europeu esteja pronto. Com isso, ele poderá ser transferido sem precisar ocupar a vaga de estrangeiro.

No ano passado, o zagueiro quase deixou o clube. Ele chegou a viajar para a Espanha onde iria assinar com o Valencia por 12 milhões de euros (R$ 44 milhões na época) e na hora de assinar o contrato, houve divergências em cláusulas e o acordo não ocorreu. Dias depois, ele tentou fechar com o Atlético de Madrid, mas os valores não interessaram ao tricolores.

Um dos motivos do São Paulo não ter interesse em liberá-lo neste momento é a falta de opção no setor. O técnico Ricardo Gomes conta apenas com Maicon, Lyanco, Lugano e Lucão para o setor, sendo que o último pode ir jogar no Porto. Douglas também foi contratado e aguarda liberação da Fifa para ser registrado, pois deixou o Dnipro, da Ucrânia, na Justiça, por falta de pagamento de salários.

SEGREDO - Enquanto espera pelo retorno de Rodrigo Caio, o técnico Ricardo Gomes decidiu que vai dar a maioria dos treinamentos sem a presença da imprensa, como aconteceu nesta quinta-feira. A ideia do treinador é aproveitar para conhecer melhor o elenco que tem em mãos e testar algumas variações táticas. O São Paulo joga neste domingo contra o Internacional, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.