24°
Máx
17°
Min

Após deixar briga pelo título, Tottenham cai para o Southampton em casa

(Foto: Divulgação)  - Após deixar briga pelo título, Tottenham cai para o Southampton em casa
(Foto: Divulgação)

A derrota para o Chelsea na última segunda-feira e a perda do título inglês para o Leicester ainda não foram esquecidas pelo Tottenham. Isso ficou claro neste domingo, quando a equipe não repetiu as boas atuações desta temporada e foi derrotada pelo Southampton por 2 a 1, mesmo atuando em casa, pela penúltima rodada do campeonato.

A segunda derrota consecutiva complicou a situação do Tottenham. De concorrente ao título, a equipe agora pode perder o vice-campeonato para o rival Arsenal, que ainda atua duas vezes até o fim do Inglês. A diferença entre eles é de somente três pontos - 70 a 67 para o Tottenham.

O Southampton, por sua vez, ultrapassou o West Ham na tabela, assumiu a sexta colocação e hoje estaria classificado para a Liga Europa da próxima temporada. Mais um prêmio para o bom trabalho do time de Ronald Koeman, que tem 60 pontos.

Neste domingo, o Tottenham foi para cima no início e precisou de somente 15 minutos para abrir o placar com belo gol de Son. Após passe de Lamela, Kane percebeu que estava impedido e deixou a bola passar para o coreano. Ele aproveitou a indecisão do goleiro, o driblou e ainda mostrou tranquilidade para passar também pelo zagueiro antes de marcar.

Mas o Tottenham estava longe dos melhores dias, errava demais na defesa e foi penalizado por isso aos 30 minutos. Tadic recebeu pela direita e tocou no meio da área para Davis, que aproveitou o cochilo da defesa e apareceu sozinho para tocar de direita para a rede.

Só então os donos da casa voltaram a atacar, mas aí abusaram das chances perdidas. Aos 47 minutos do primeiro tempo, Kane acreditou na disputa pela esquerda, ganhou do zagueiro que tentava proteger a bola até sua saída, mas aí, diante do goleiro, foi mal e chutou em cima dele.

Na volta para o segundo tempo, foi Vertonghen quem perdeu, de cabeça, a melhor chance do Tottenham aos 19 minutos. E os gols perdidos fariam falta, porque aos 26, Davis apareceu novamente. Ele tabelou com Tadic, recebeu de volta na meia-lua e tirou da marcação antes de bater fraco, mas colocado, no canto esquerdo de Lloris, que não alcançou.