24°
Máx
17°
Min

Após denúncia, FA abrirá investigação e pode até demitir Allardyce da Inglaterra

(Foto: Divulgação)  - FA abrirá investigação e pode até demitir Allardyce da Inglaterra
(Foto: Divulgação)

O presidente da Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), Greg Clarke, confirmou que vai abrir uma processo de investigação para apurar as denúncias contra o técnico da seleção da Inglaterra, Sam Allardyce, que foi acusado pelo jornal "The Telegraph" de aceitar dinheiro para ajudar uma empresa asiática - fictícia, inventada pelo veículo - a burlar regras sobre transferências de jogadores no país

"Recebi uma ligação sobre esse assunto e quero ter os fatos na mão para olhar. Não é apropriado fazer um julgamento antecipado. Com coisas assim, você deve respirar fundo, ter todas as informações e ouvir tudo de todos. Assim, você poderá fazer um julgamento sobre qual decisão tomar e é isso que faremos", afirmou Clarke ao jornal britânico "The Times".

A denúncia pode custar até o emprego de Sam Allardyce, que assumiu o comando da seleção inglesa em julho. Com passagens por clubes como Bolton, Newcastle, Blackburn, West Ham e Sunderland, o treinador foi escolhido para ocupar o lugar de Roy Hodgson, que foi demitido depois da eliminação da equipe pela Islândia na Eurocopa.

Com uma câmera escondida, os repórteres do "The Telegraph" filmaram uma negociação com Allardyce, que aceitou receber 400 mil libras (cerca R$ 1,68 milhão) para ajudar a burlar regras sobre transferências de jogadores na Inglaterra. Desde 2008, a FA proíbe que empresas comprem parte dos direitos econômicos de atletas.