22°
Máx
16°
Min

Após imbróglio, CBF confirma Fla-Flu para o dia 13 em Volta Redonda

Demorou, mas a CBF finalmente decidiu a sede do clássico entre Fluminense e Flamengo no dia 13 de outubro, pela 30.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, a entidade definiu o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, como sede do esperado confronto.

Inicialmente, a ideia era que o clássico carioca acontecesse na Arena Amazônia, em Manaus, mas o Fluminense bateu o pé e exigiu o direito de mandar a partida no Rio de Janeiro. A CBF, então, confirmou o Estádio Luso Brasileiro como nova casa da partida, mas a definição durou pouco.

Na última terça-feira, o Botafogo enviou um documento para a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) alegando que o estádio, com quem possui contrato de parceria para sua utilização até o fim do Brasileirão, não poderia receber a partida.

Diante desta nova impossibilidade, a CBF, então, definiu nesta quarta o Raulino de Oliveira como sede do clássico. A data e o horário são os mesmos anunciados na última segunda-feira: dia 13 de outubro, às 21 horas.

Quase simultaneamente à decisão da CBF, o Botafogo se manifestou nesta tarde e explicou o veto à utilização do Luso Brasileiro para o clássico. De acordo com o clube alvinegro, foram dois os motivos: a falta de acordo com o Fluminense, mandante da partida, e a baixa qualidade do gramado, que ficaria ainda pior com a disputa de dois jogos em dias seguidos - o Botafogo recebe lá o Internacional no dia 12.

"O Botafogo, na qualidade de locatário e investidor do projeto que chamamos de Arena Botafogo, esclarece primeiramente que não alcançou junto ao Fluminense uma composição comercial definitiva para que a partida do próximo dia 13/10 ocorresse no Estádio, sendo certo que não necessitaria apresentar qualquer explicação por esta negativa", explicou o clube em nota.

"A realização de 3 jogos em apenas 5 dias, certamente afetará a qualidade do gramado do Estádio em nível acima do aceitável, podendo acarretar graves prejuízos ao Botafogo. Sendo assim, o clube entende que o ideal no momento é a preservação do gramado, apenas com a manutenção dos 2 jogos programados no período. Cumpre ressaltar que o gramado da Arena Botafogo vem sendo alvo de repetidas críticas, restando definido pelo clube que a melhor opção é sua preservação e adequada manutenção."