27°
Máx
13°
Min

Árbitro relata copo arremessado no clássico e Palmeiras pode ser punido pelo STJD

O árbitro paulista Raphael Claus relatou na súmula do clássico em que o Palmeiras derrotou o Corinthians por 1 a 0, no último domingo, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, pelo Campeonato Brasileiro, o arremesso de um copo d'água durante a comemoração do gol marcado pelo meia Cleiton Xavier. Ele também informou que o quarto árbitro, Thiago Duarte Peixoto, foi impedido por um segurança de entrar no vestiário palmeirense.

Por causa dos incidentes, o Palmeiras pode acabar sendo punido no Brasileirão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), caso o tribunal resolva denunciar o clube. O clube já será julgado pela confusão de sua torcida com a do Flamengo, no domingo retrasado, em Brasília, e pode perder até 10 mandos de campo.

"Aos 2 minutos de jogo do segundo tempo, durante a comemoração do gol da Sociedade Esportiva Palmeiras, foi arremessado dentro do campo de jogo, não atingindo ninguém, um copo plástico com água vindo da arquibancada que fica atrás do banco do time da Sociedade Esportiva Palmeiras", disse o relatório enviado pelo árbitro.

Sobre o incidente com o quarto árbitro, segundo Claus, o seu auxiliar não foi autorizado a entrar no vestiário do Palmeiras para mandar a equipe voltar ao gramado no intervalo dos dois tempos.

"Durante o intervalo da partida, o quarto árbitro Thiago Duarte Peixoto foi impedido pelo segurança da Sociedade Esportiva Palmeiras, Paulo Dorfman, de adentrar ao vestiário da Sociedade Esportiva Palmeiras para requisitar o retorno da equipe para o reinício da partida", comunicou Claus.