21°
Máx
17°
Min

Argentina convoca 23 nomes para Copa América sem Tevez e Dybala

O técnico Gerardo Martino anunciou nesta sexta-feira a lista de 23 jogadores convocados pela seleção argentina para a Copa América Centenário deste ano, nos Estados Unidos. Com um sistema ofensivo recheado de grandes talentos, o treinador optou por incluir o contestado Lavezzi e deixar de fora nomes como os de Carlitos Tevez e Dybala.

Ao contrário das outras seleções, a Argentina preferiu não tornar pública a lista de pré-convocados enviados à Conmebol no fim do mês passado. Com isso, havia um suspense ainda maior sobre os 23 nomes que integrariam a seleção vice-campeã da Copa América do ano passado.

Como já é costume, Martino precisou deixar de fora alguns bons nomes, principalmente no setor ofensivo. Sobrou para Tevez, que não faz grande temporada com a camisa do Boca Juniors. Com isso, o atacante volta a ficar de fora de uma competição importante após estar com a Argentina na Copa América do ano passado - havia sido preterido na Copa do Mundo de 2014.

Já o desfalque de Dybala pode ter ligação com a Olimpíada. O jogador de 22 anos é considerado o grande destaque da Argentina para os Jogos, que acontecem em agosto. Por isso, Martino pode ter optado por não levá-lo à Copa América, apesar da grande temporada que fez pela Juventus.

Por outro lado, o treinador optou por manter Ezequiel Lavezzi entre os convocados apesar de o atacante ter ido para fraco futebol chinês, atuar no Hebei Fortune. Outro que ganhou uma vaga no concorrido ataque argentino foi Nicolás Gaitán, um dos principais responsáveis pela ótima temporada do Benfica em 2015/2016.

Entre os principais destaques da lista argentina, estão Messi, Agüero, Di María e Higuaín, que fez grande temporada com a camisa do Napoli. No meio de campo, Matías Kranevitter e Augusto Fernández aproveitaram a ótima fase do Atlético de Madrid, finalista da Liga dos Campeões, e também ganharam uma chance.

Uma das principais favoritas da Copa América Centenário, a seleção argentina tenta o título continental que não vem desde 1993, justamente a última conquista do time principal do país. A equipe está no Grupo D da competição, ao lado de Panamá, Bolívia e Chile, adversário da estreia no dia 6 de junho, na reedição da final do torneio do ano passado.

Confira a lista de convocados da seleção argentina:

Goleiros: Sergio Romero (Manchester United), Nahuel Guzmán (Tigres-MEX), Mariano Andújar (Estudiantes).

Defensores: Gabriel Mercado (River Plate), Facundo Roncaglia (Fiorentina), Nicolás Otamendi (Manchester City), Jonathan Maidana (River Plate), Ramiro Funes Mori (Everton), Marcos Rojo (Manchester United), Víctor Cuesta (Independiente).

Meio-campistas: Matías Kranevitter (Atlético de Madrid), Javier Mascherano (Barcelona), Ever Banega (Sevilla), Lucas Biglia (Lazio), Javier Pastore (Paris Saint-Germain), Augusto Fernández (Atlético de Madrid), Erik Lamela (Tottenham).

Atacantes: Ángel Di María (Paris Saint-Germain), Ezequiel Lavezzi (Hebei Fortune-CHN), Lionel Messi (Barcelona), Sergio Agüero (Manchester City), Gonzalo Higuaín (Napoli) e Nicolás Gaitán (Benfica).