21°
Máx
17°
Min

Atleticanos compram ingressos do lado Coxa Branca e são 'avisados'

(Foto: Divulgação/Atlético-PR) - Atleticanos compram ingressos do lado Coxa Branca e são 'avisados'
(Foto: Divulgação/Atlético-PR)

Os quatro mil ingressos destinados à torcida do Atlético-PR para a grande decisão do Campeonato Paranaense se esgotaram nesta quarta-feira (4), em menos de quatro horas. Mesmo assim, a torcida Rubro-Negra não desistiu de garantir presença na final: alguns torcedores estão comprando ingressos no lado alviverde.

No entanto, a iniciativa pode gerar um problema para o próximo domingo. Nas redes sociais, algumas pessoas estão afirmando que, caso encontrem os infiltrados, a porrada pode comer solta. “Quer comprar, ok. Mas não fique tirando sarrinho, porque sua cara pode ser desfigurada na arquibancada”, publicou um usuário.

Post publicado nas redes sociais. (Foto: Reprodução)Post publicado nas redes sociais. (Foto: Reprodução) 

Segundo alguns torcedores, tudo começou com o post de um torcedor atleticano, em um grupo no Facebook. Ele teria afirmado que comprou o ingresso no setor Coca-Cola, na curva da Mauá. A imagem do rosto dele está sendo compartilhada com a seguinte inscrição: “Procura-se. Porco gordo com cara de mongo no setor Coca-Cola.”

Alguns atleticanos sugeriram que os torcedores que compraram ingressos do lado alviverde se juntem e comuniquem os seguranças do clube, para tentar um lugar no setor destinado à torcida do Furacão. Em contato com o Coritiba, o clube afirmou que isso não será possível, “afinal o setor visitante tem um limite estabelecido pelos Bombeiros e já está lotado.”

De acordo com o clube, é difícil mensurar ou evitar que isso aconteça. “Os ingressos são vendidos para quem quiser comprar. Temos as nossas medidas de segurança, mas não podemos evitar que atleticanos entrem no espaço alviverde. A única coisa que podemos fazer é redobrar a atenção nas arquibancadas”, informou, por meio da assessoria de imprensa.

Para a PM, atitude do torcedor é imprudente

De acordo com o major Angelotti, que comando a operação policial do próximo Atletiba, a atitude do torcedor foi duplamente imprudente. "O fato dele comprar o ingresso na torcida adversária já não é algo recomendado. No entanto, se expor nas redes sociais, anunciando que tinha comprado a entrada, foi ainda mais imprudente." 

O major explicou que o setor de inteligência da Polícia Militar está acompanhando as postagens. Mesmo assim, Angelotti explicou que é humanamente impossível evitar todas as confusões. No entanto, ele afirmou que os policiais estarão preparados para intervir, se for necessário. "Se houver alguma confusão, vamos levar os baderneiros para a Delegacia de Grandes Eventos no próprio estádio. Lá, também vai estar o Juizado Especial Criminal, que poderá já iniciar o processo criminal contra os envolvidos em possíveis confusões", explicou.