26°
Máx
19°
Min

Atlético-PR bate Botafogo e volta a vencer após 4 jogos

 O Atlético-PR encerrou um incômodo jejum de quatro jogos sem vitórias nesta segunda-feira, quando bateu o Botafogo por 1 a 0, na Arena da Baixada. Ernani marcou o gol da vitória com gol aos 6min do primeiro tempo. O resultado é excelente para a equipe que segue viva na disputa por uma das vagas na Libertadores.

 Com a vitória, o Atlético-PR pulou para 33 pontos e, agora, está a quatro pontos do Corinthians, na 4ª colocação. Para o Botafogo, a derrota não foi nada boa, já que permanece com 26 pontos, na 13ª posição. O problema é que outros três times têm a mesma pontuação – o Inter é o primeiro time na zona de rebaixamento, com 24.

 Botafogo e Atlético-PR voltam a campo pelo Brasileiro somente na quarta-feira, dia 7. O Alvinegro medirá forças com o Fluminense, na Arena Botafogo. Já os paranaenses visitarão o Figueirense, no Orlando Scarpelli.

Com apenas 6min do primeiro tempo, o Atlético-PR conseguiu abrir o placar em cobrança de escanteio. Se Ernani teve tanta facilidade para cabecear, muito se deve a Renan Fonseca, que apenas olhou o adversário subir e escorar. Curiosamente, o técnico Jair Ventura havia justificado a titularidade do defensor alvinegro pela regularidade. Joel Carli pede passagem no bando de reservas.

Os donos da casa vieram com uma proposta clara para ganhar o Botafogo. Apostar nas jogadas de bola parada (que resultou no gol do jogo) e marcar bem avançado. Isso gerou muitas roubadas de bola que não foram aproveitadas pelo Atlético-PR. O Botafogo, por sua vez, ficou com a posse de bola e criou poucas chances. As que criou, viu Sassá desperdiçar.

A partida marcou o reencontro de personalidades com os clubes. O técnico Paulo Autuori reviu o clube com quem foi campeão brasileiro em 1995. André Lima também reviu a camisa por onde mais tem identificação. Por outro lado, Bruno Silva reencontrou o Atlético-PR, por onde jogou em 2013.

Com nove gols no Campeonato Brasileiro, Sassá é a esperança de gols do Botafogo. O atacante, porém, perdeu duas grandes oportunidades no primeiro tempo. Uma chutou torto da entrada da área e, em seguida, finalizou por cima do gol em bola dividida com o goleiro Santos.