21°
Máx
17°
Min

Atlético-PR derruba Flamengo e faz final com Fluminense na Copa Sul-Minas-Rio

(Foto: Divulgação)  - Atlético-PR derruba Flamengo e faz final com Fluminense na Copa Sul-Minas-Rio
(Foto: Divulgação)

A primeira final da história da Copa Sul-Minas-Rio será entre Atlético Paranaense e Fluminense. Nesta quarta-feira, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), o time paranaense surpreendeu o favorito Flamengo, com um vitória por 1 a 0, na semifinal do torneio. O gol da partida foi marcado por Marcos Guilherme, em belo chute de fora da área.

O jogo entre Atlético e Fluminense será o segundo na competição. Na abertura do torneio, os dois se enfrentaram, em confronto que ficou marcado pela agressão do atacante Fred ao jogador Léo e terminou com vitória rubro-negra por 1 a 0.

A decisão será disputada em jogo único, em local ainda indefinido, com mando de campo dos cariocas, no dia 7 de abril - horas mais cedo nesta quarta, o Fluminense derrotou o Internacional por 3 a 2, nos pênaltis, após empate por 2 a 2 no tempo normal, em Brasília, na outra semifinal da Sul-Minas-Rio.

Mesmo com os desfalques de Guerrero e Cuellar, ambos com as suas seleções, e com Marcelo Cirino, Emerson Sheik e Ederson no banco de reservas, o Flamengo fez um primeiro tempo melhor. Com Willian Arão livre no meio de campo, o time quase marcou, com um potente chute do volante.

Felipe Vizeu também tentou de cabeça e quase marcou. O Atlético tentava jogadas de velocidade, mas sem muita sequência. Bem marcado, Walter foi pela discreta. Ainda no primeiro tempo, o Flamengo quase marcou. Jorge levantou para Everton cabecear forte e parar na defesa de Weverton.

No segundo tempo, o jogo foi diferente. Apostando no jogo aéreo, o Atlético criou as melhores chances e quase marcou com Paulo André em boa cabeçada defendida por Paulo Victor. Até Walter apareceu no jogo. Aos 15 minutos, o centroavante dominou no peito e chutou forte para nova defesa do goleiro.

Aos 16, a pressão surtiu efeito. A defesa carioca afastou a bola nos pés de Marcos Guilherme, que dominou e chutou forte para marcar um belo gol: 1 a 0. Mesmo com o gol, o time ainda atacou e só não ampliou por boa intervenção do goleiro Paulo Victor.

Preocupado, Muricy Ramalho mudou o time e apostou em Marcelo Cirino e Ederson. O primeiro entrou bem e quase marcou um golaço após driblar dois. O jogo ficou aberto, com chances dos dois lados. Aos 29, Pablo ficou livre na área, mas perdeu o gol. O Flamengo respondeu com Ederson. Mas ele parou em boa defesa de Weverton, que garantiu a classificação paranaense para a final.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 x 1 ATLÉTICO-PR

FLAMENGO - Paulo Victor; Pará, Wallace, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Willian Arão e Alan Patrick (Ederson); Gabriel (Marcelo Cirino), Everton (Emerson Sheik) e Felipe Vizeu. Técnico: Muricy Ramalho.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Eduardo, Thiago Heleno, Paulo André e Pará (Bruno Pereirinha); Otávio, Jadson e Marcos Guilherme; Nikão (Hernani), Pablo e Walter (André Lima). Técnico: Paulo Autuori.

GOL - Marcos Guilherme, aos 16 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden.

CARTÕES AMARELOS - Jadson e Pará (Atlético-PR).

PÚBLICO - 11.735 pagantes (12.917 no total).

RENDA - R$ 442.795,00.

LOCAL - Estádio Mario Helênio, em Juiz de Fora (MG).