28°
Máx
17°
Min

Atlético sai perdendo, mas vira e garante a permanência no G6

No novo G6 da Série A do Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense entrou em campo na noite desta quarta-feira (6), para enfrentar a Chapecoense, na Arena da Baixada, em Curitiba. Com a missão de agora defender a posição e buscar melhorar a pontuação na competição, o rubro-negro saiu perdendo, mas Hernani empatou ainda no primeiro tempo. Na segunda etapa, Pablo e Matheus Rosseto garantiram a vitória atleticana. Com o resultado, o rubro-negro chegou aos 45 pontos e garante a sexta posição na classificação.

Atlético sai perdendo, mas empata com Hernani

O Atlético, contando com o apoio da torcida, começou a partida pressionando a equipe catarinense. Logo aos 3 minutos, Lucho González lançou na área, Paulo André desviou de cabeça, mas Danilo pulou para fazer a defesa.

Aos 9 minutos, Lucas Fernandes cruzou e Lucho Gonzáles, sozinho, cabeceou, mas Danilo salvou a Chape novamente.

A Chapecoense pouco chegava, mas aos 18 minutos, em jogada ensaiada na cobrança de escanteio, Dener bateu rasteiro, Cléber Santana tentou o chute e a bola sobrou para Filipe Machado. O zagueiro bateu colocado e abriu o marcador na Arena.

Com o revés, a torcida atleticana, como faz de costume, criticou o presidente do Conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia.

Em campo, o time rubro-negro partiu para o ataque e tentar empatar a partida ainda na primeira etapa, e conseguiu. Aos 40 minutos, Lucas Fernandes foi derrubado na área e o juiz marcou o pênalti. Na cobrança, Hernani bateu com categoria, tirou do goleiro e empatou.

Atlético pressiona, vira e vence com tranquilidade

No segundo tempo o time rubro-negro tomou conta das ações, principalmente com Lucas Fernandes caindo pelos lados. Empurrado pela torcida, o time atleticano pressionou o tempo inteiro.

Aos 16 minutos, Hernani chutou de canhota e Danilo Fernandes salvou o time catarinense.

O tempo foi passando e o Atlético buscando a virada, até que conseguiu. Aos 38 minutos, Pablo aproveitou o cruzamento e subiu sozinho para virar a partida.

A Chapecoense não resistiu e ainda levou o terceiro. Após bela jogada de Lucas Fernandes a bola sobrou para Matheus Rosseto. O atacante chutou de longe e acertou o ângulo de Danilo Fernandes, um golaço, decretando a vitória do Atlético na Arena.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO 3 X 1 CHAPECOENSE

Atlético: Santos; Léo, Paulo André, Thiago Heleno e Nicolas; Otávio e Hernani; Lucas Fernandes, Lucho e Pablo; Luan (Matheus Rossetto)
Técnico: Paulo Autuori

Chapecoense: Danilo; Willian Thiego, Neto e Filipe Machado; Gimenez, Gil, Matheus Biteco, Cleber Santana e Dener (Alan Ruschel); Kempes e Tiaguinho.
Técnico: Caio Júnior

Local: Arena da Baixada, em Curitiba/PR
Data: 05/10/2016
Hora: 19h30 (horário de Brasília)
Público/Renda: 10.553 pagantes / 12.292 total / R$ 138.695,00
 Gols: Hernani aos 41 minutos do 1º tempo, Pablo aos 38 minutos e Matheus Rosseto do 2º tempo para o Atlético; Filipe Machado aos 18 minutos do 1º tempo para a Chapecoense.
Cartão amarelo: Thiago Heleno e Lucas Fernandes (Atlético); Filipe Machado, Dener Assunção e Gil (Chapecoense)
Árbitro: Wagner Reway (MT)
Auxiliares: Márcia B. Lopes Caetano (SP) e Fábio R. Rubinho (MT)