22°
Máx
16°
Min

Atlético sofre, mas supera retranca do URT e avança à final do Mineiro

Foto: Bruno Cantini/ Atlético MG - Atlético sofre, mas supera retranca do URT e avança à final do Mineiro
Foto: Bruno Cantini/ Atlético MG

O Atlético-MG suou para furar a retranca adversária, mas no final das contas venceu o URT por 2 a 0 neste sábado, no estádio Independência, e garantiu vaga na decisão do Campeonato Mineiro. Depois de um empate por 2 a 2 no jogo de ida, o time alvinegro jogava por nova igualdade para avançar. Mas, com gols de Lucas Pratto e Rafael Carioca, garantiu a classificação em Belo Horizonte.

Na decisão, o Atlético aguarda pelo vencedor do confronto entre Cruzeiro e América. No primeiro jogo, o América venceu em casa por 2 a 0. A partida de volta acontece neste domingo, às 16 horas, no Mineirão.

Mesmo dividindo a atenção com a Libertadores, o técnico Diego Aguirre colocou força máxima para a partida contra um adversário que ainda não havia perdido para os grandes de Minas na temporada. Dátolo foi a principal novidade entre os titulares e também o principal destaque do time, que dominou o jogo.

O meia argentino foi também responsável pelo primeiro lance polêmico. Após tabelar com Robinho pela esquerda, ele cruzou e a bola bateu no braço de Alex Murici dentro da área. Os jogadores reclamaram de pênalti, mas o árbitro mandou o jogo seguir.

O Atlético-MG dominava a partida, mas tinha dificuldade para furar a retranca adversária. Aos 38, Dátolo cobrou falta na área, Follmann se assustou e deixou a bola escapar para o meio da área. Leonardo Silva tentou, a defesa cortou em cima da linha e, na sequência, foi marcado impedimento.

A pressão continuava. Aos 44, Leandro Donizete tocou de letra para Rafael Carioca, que bateu por cima. Nos acréscimos, Dátolo cobrou falta na cabeça de Leonardo Silva, que desviou e Rodrigo Crasso cortou no meio do caminho.

Na etapa final, o URT esboçou uma pressão inicial. Aos 10, Leomir cobrou escanteio na primeira trave, Ramos desviou e Victor fez grande defesa. A partir daí, a história do primeiro tempo se repetiu. O Atlético inteiro no ataque e o URT em busca de uma bola para surpreender.

Aos 18, Robinho fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro na pequena área. Lucas Pratto tentou de carrinho, mas desviou para fora. Dez minutos depois, de tanto insistir, os anfitriões abriram o placar. Douglas Santos recebeu passe de Robinho dentro da área, cruzou, Dátolo resvalou de cabeça e Pratto apareceu na segunda trave para marcar.

Com 1 a 0 no marcador, O URT precisou sair mais para o jogo e aos 33 minutos teve boa chance de igualar o marcador. Gabriel Davis cobrou falta e Leonardo Silva afastou. Na sobra, Alex Murici arriscou de longe e Victor fez boa defesa.

A tranquilidade para o Atlético só veio nos acréscimos, aos 48. Pratto tocou para Rafael Carioca na meia-lua da grande área e o volante bateu rasteiro, no canto direito do goleiro Follmann: 2 a 0 e classificação garantida.