24°
Máx
17°
Min

Atlético de Madrid vence no Bernabéu e tira Real da briga pelo título

(Foto: Divulgação)  - Atlético de Madrid vence no Bernabéu e tira Real da briga pelo título
(Foto: Divulgação)

Durante a fase 'galáctica' do Real Madrid, o Atlético ficou longos 14 sem ganhar do maior rival, em qualquer competição ou estádio. Agora o jogo virou. Neste sábado o Real conheceu sua terceira derrota seguida para o Atlético no Santiago Bernabéu pelo Campeonato Espanhol. O francês Griezmann marcou o gol da vitória por 1 a 0 que tirou o Real Madrid da briga pelo título nacional.

Faltando 12 rodadas para o encerramento do Campeonato Espanhol, o Real está estacionado em 54 pontos. O Atlético de Madrid foi a 58, enquanto a liderança disparada segue com o Barcelona, que tem 63 e ainda joga por esta 26.ª rodada, contra o Sevilla, em casa, no domingo. Se vencer, o Barça abre 12 pontos sobre o Real. Os rivais se encontram no próximo dia 3 de março, no Camp Nou.

No clássico deste sábado, o Atlético Madrid usou a mesma tática que o permite comemorar três temporadas de invencibilidade contra o Real Madrid no Espanhol, algo que nunca antes havia acontecido. Ao estilo Diego Simeone, a equipe alvirrubra se defendia bem e tentava um ataque fulminante.

O Real vinha invicto com Zinedine Zidane como treinador e queria acabar com o tabu. Só que furar a defesa uruguaia formada por José Giménez e Godín não é nada fácil. Tanto que o Real mal conseguia entrar na área. Arriscou um chute com Cristiano Ronaldo logo no primeiro minuto, teve umas outras duas ou três chances no primeiro tempo, mas nada que impusesse respeito.

O Atlético chegava quando tinha chances, principalmente pelo lado direito do ataque, onde encontrava Danilo precisando jogando improvisado na lateral-esquerda em substituição a Marcelo, machucado.

Zidane não gostou da atuação do Real no primeiro tempo e arriscou no intervalo, trocando Benzema pelo jovem Borja Mayoral, formado nas categorias de base. Logo aos 2 minutos, Cristiano Ronaldo teve a melhor chance do jogo até então. Cara a cara com o goleiro Oblak, mandou cruzado, rasteiro, para fora.

Pouco depois, veio o castigo. Griezmann deixou Modric no chão com um giro e abriu para Filipe Luis. O lateral podia levantar na área, mas, de primeira, rolou para trás, devolvendo ao francês, que bateu firme, sem chances para Navas.

O gol deixou o Real Madrid ainda mais ansioso e o meio-campo do time, já ineficiente, parou de criar. Lucas Vázquez e Jesé substituíram James Rodríguez e Isco, mostrando que Zidane confia na base, mas não fizeram diferença.