21°
Máx
17°
Min

Atlético vence São Paulo de virada no Morumbi

O Atlético Paranaense enfrentou nesta noite (11) o São Paulo, no Morumbi, às 21h. O jogo iniciou com domínio são-paulino, que abriu o placar no fim da primeira etapa. Mas após boas modificações do técnico Paulo Autuori, o Furacão se encontrou dentro de campo e virou o placar, vencendo por 2 a 1, com gols de Otávio e Hernani. Com esse resultado, o Atlético quebrou um jejum de 30 anos sem vencer o São Paulo dentro do Morumbi. Quase 13 mil torcedores acompanharam a partida.

Domínio tricolor

Logo no início do jogo a equipe rubro-negra levou um susto: o zagueiro são-paulino Maicon carimbou a trave do goleiro Weverton em uma cobrança de falta, arracando gritos da torcida presente. Mesmo jogando fora de casa, a equipe atleticana não iniciou a partida recuada, subindo para marcar o adversário, mas sofrendo com a grande pressão dos donos da casa. O Atlético chegou com mais perigo em bolas paradas, já que com a bola rolando, a posse foi do tricolor. 

Após muita pressão, aos 40’ do primeiro tempo o São Paulo abriu o placar com Maicon, que cabeceou para dentro do gol após cruzamento de Kelvin. Ainda nos acréscimos da primeira etapa, Kelvin caiu na área atleticana e reclamou por pênalti. 

Virada atleticana

A equipe rubro-negra veio mais confiante para a segunda etapa, com algumas substituições e atacando logo no início, procurando ter maior posse de bola. Mas foi o São Paulo que teve duas novas chances para ampliar o placar, com Ytalo explodindo a bola nos dois lados da traves do gol defendido por Weverton, e depois cabeceando próximo às redes, animando a torcida no Morumbi. A primeira grande chance atleticana veio depois de Walter substituir Marcos Guilherme, mandando uma bomba para defesa do goleiro Denis, aos 15’ da segunda etapa. 

O São Paulo ainda pressionava, mas não conseguia marcar. O Furacão melhorou a postura no jogo após as modificações feitas pelo técnico Paulo Autuori, igualando o placar no Morumbi aos 20’ com o meio-campo Otávio, que marcou o segundo gol vestido a camisa rubro-negra. Após o gol, a equipe reforçou a defesa e jogou no contra-ataque, enquanto o São Paulo procurava espaços para armar novas jogadas e recuperar a vantagem no placar. 

No caminho para o fim da partida, aos 42’, veio o gol de virada do Furacão. Nikão cobrou escanteio e Hernani se antecipou, cabeceando no primeiro pau e tirando o goleiro Denis da jogada, encerrando a partida com virada rubro-negra e quebrando um jejum de 30 anos sem vencer o São Paulo dentro do Morumbi.  

Colaboração Louise Fiala