28°
Máx
17°
Min

Bahia vence, amplia jejum do líder Vasco e encosta na briga pelo acesso à elite

O Bahia chegou de vez à briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O time baiano confirmou a grande fase que vive ao bater o líder Vasco por 1 a 0, na tarde deste sábado, pela 23.ª rodada da competição. A Arena Fonte Nova, em Salvador, recebeu o segundo maior público da competição. Foram 35.760 torcedores, sendo 28.208 pagantes. O recorde pertence ao duelo entre Ceará e Vasco, na Arena Castelão, que recebeu 55.445 pagantes.

Esta foi a quinta partida de invencibilidade do Bahia, que soma agora três vitórias e dois empates nos últimos jogos. De quebra, encosta de vez nos primeiros colocados. Soma 35 pontos em sexto lugar. Os vascaínos, por outro lado, chegam ao sexto jogo sem vitórias, com três empates e três derrotas. Mesmo assim, seguem na ponta, com 41 pontos.

Os dois times fizeram uma partida bem abaixo das expectativas. Sobretudo no primeiro tempo, quando ambos fizeram um jogo amarrado com raríssimos lances de ataque. O único gol do jogo saiu apenas em jogada de bola parada aos 32 minutos do primeiro tempo. O meia Renato Cajá cobrou escanteio da direita e o zagueiro Jackson desviou de cabeça para marcar para o time casa.

Na segunda etapa, o Vasco voltou com uma postura completamente diferente. Com mais posse de bola, chegou ao ataque com mais frequência, mas não teve intensidade para chegar ao empate. A única chance clara criada pelos visitantes aconteceu aos 36 minutos, quando o volante Douglas Luiz cabeceou e Muriel salvou em cima da linha.

No próximo sábado, às 16h30, o Bahia volta a campo para enfrentar o Náutico, na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, na Grande Recife. Enquanto isso, o Vasco encara o Oeste, no mesmo e horário, em São Januário, no Rio.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 1 X 0 VASCO

BAHIA - Muriel; Tinga, Tiago, Jackson e Moisés; Juninho, Luiz Antônio e Renato Cajá (Régis); Victor Rangel (João Paulo), Edigar Junio e Hernane (Zé Roberto). Técnico: Guto Ferreira.

VASCO Jordi; Yago Pikachu, Rafael Marques, Rodrigo e Julio César; Marcelo Mattos (Júnior Dutra), Douglas, Nenê e Andrezinho; Jorge Henrique (Éder Luís) e Ederson (Thalles). Técnico: Jorginho.

GOLS - Jackson, aos 32 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

CARTÕES AMARELOS - Renato Cajá, Muriel e Hernane (Bahia); Rafael Marques, Rodrigo e Andrezinho (Vasco).

RENDA - R$ 1.145.272,50.

PÚBLICO - 28.208 pagantes (35.760 torcedores).

LOCAL - Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).