21°
Máx
17°
Min

Barça diz que CBF aceitou proposta para contar com Neymar só no Rio-2016

Em mais um capítulo da novela entre CBF e Barcelona, a diretoria do clube catalão divulgou nota nesta quarta-feira em que diz que a entidade brasileira teria aceitado contar com Neymar somente na disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Assim, o atacante estaria fora da Copa América Centenário. A CBF ainda não se manifestou oficialmente sobre a nota.

"O Barcelona agradece à Confederação Brasileira de Futebol e ao seu presidente, Marco Polo Del Nero, por terem aceitado a proposta do clube para que o jogador Neymar só jogue a Olimpíada do Rio de Janeiro. Desta maneira, Neymar fica liberado de jogar a Copa América, que será disputada nos Estados Unidos, entre 3 e 26 de junho", afirmou o clube espanhol, em comunicado.

Com estas declarações, o Barcelona espera encerrar de vez a disputa com a CBF. A entidade brasileira quer contar com Neymar tanto na Copa América Centenário quanto na Olimpíada. Mas o clube espanhol já afirmou diversas vezes que pretende liberar o atleta para apenas uma destas duas competições.

Pelas regras da Fifa, o Barcelona é obrigado a liberar Neymar para a Copa América, porque o torneio é disputado em datas Fifa - coincide com a realização da Eurocopa. Para a Olimpíada só há obrigatoriedade para liberar jogadores com menos de 23 anos. Neymar, com 24, poderia ser vetado por seu clube, portanto.

Em razão da resistência do Barcelona, a CBF apresentou uma proposta em que planejava a participação de Neymar nas duas competições de forma a poupar o jogador de algumas fases de preparação. Uma das ideias seria contar com o atacante somente a partir das quartas de final da Copa América Centenário.

Pelas contas da CBF, Neymar poderia ter até 22 dias de férias, conforme este planejamento. A falta de descanso para o atleta é uma das maiores preocupações do clube espanhol. Para minimizar este receio do Barça, Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções da CBF, e o técnico Dunga chegaram a viajar até a Espanha para se reunir com a diretoria do Barcelona. O encontro, contudo, parece não ter surtido efeito.

Antes da reunião, Dunga já havia afirmado que iria preferir a participação de Neymar nos Jogos Olímpicos caso fosse necessário optar por uma ou outra competição. O fato de competir em casa e a busca pela almejada medalha de ouro seriam as principais motivações do treinador para escolher o Rio-2016, em detrimento da Copa América Centenário.