22°
Máx
14°
Min

Barça oficializa Neymar por mais 5 anos e confirma multa rescisória de R$ 885 mi

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil  - Multa rescisória de Neymar no Barcelona será de R$ 885 milhões
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Após meses de negociação, Neymar acertou com o Barcelona a renovação do seu contrato até 30 de junho de 2021. O antigo vínculo terminava em junho de 2018. Os valores do novo salário não foram revelados. Segundo informações obtidas pelo jornal O Estado de S. Paulo, o craque passará a ganhar quase o dobro do que recebia antes. De 8,7 milhões de euros (R$ 30,8 milhões) líquidos por temporada, o seu salário agora será de 15 milhões de euros (R$ 53,1 milhões).

Nesta sexta-feira, o Barça oficializou a renovação do contrato de Neymar e divulgou os números das cláusulas de rescisão. São 200 milhões de euros (R$ 708 milhões) no primeiro ano de contrato, 222 milhões de euros (R$ 785 milhões) no segundo e 250 milhões de euros (R$ 885 milhões) nos últimos três anos de contrato.

Mesmo com a valorização, Neymar continua atrás de Messi. O argentino recebe 20 milhões de euros (R$ 70,8 milhões) de salário livres de impostos por ano. Há, inclusive, uma cláusula no contrato de Messi que garante a ele o maior salário do elenco do Barça. Assim, caso o clube queira pagar mais de 20 milhões de euros por temporada para um atleta, terá de automaticamente também dar aumento para o argentino.

Na quinta-feira, o advogado Marcos Motta que trabalha com Neymar, usou o Twitter para anunciar a ampliação do vínculo do craque com o clube catalão. "Neymar Jr. e F.C. Barcelona acertam renovação e assinam o maior contrato em vigor da história do futebol", escreveu. A declaração do advogado causou desconforto entre o staff de Neymar e o Barcelona.

Além de Motta, a família de Neymar contratou equipes de advogados tanto no Brasil como na Espanha. Especialista em transferência de jogadores para o exterior, Motta cuidou principalmente da redação das cláusulas relacionadas à tributação do contrato.

Neymar já teve R$ 188 milhões bloqueados pela Justiça brasileira no ano passado e é acusado de sonegar impostos. Na Espanha, o jogador é investigado por crimes de fraude e corrupção entre particulares.

O Barcelona chegou a admitir dois delitos contra a Fazenda Pública da Espanha por sonegação de impostos na contratação do atacante Neymar em 2013 e se comprometeu a pagar aos cofres públicos uma multa de 5,5 milhões de euros (R$ 19,4 milhões) para que o processo fosse arquivado.

Com o novo contrato válido ate 2021, Neymar espera não ter mais problemas com a Justiça. Por isso, seu pai contratou o que na Espanha passaram a chamar de "exército de advogados". A negociação se arrastou por vários meses até que se chegasse a um acordo nesta semana. O pai do jogador exigia, principalmente, "garantias tributárias" do Barcelona.

Durante o período de negociação do contrato, o nome do craque foi especulado em vários clubes da Europa. O Paris Saint-Germain, por exemplo, teria procurado Neymar com o objetivo de contratá-lo para o lugar de Ibrahimovic, que deixou a França para jogar no Manchester United, da Inglaterra.

O brasileiro também teria sido sondado pelo Manchester City depois que o clube inglês acertou a contratação do técnico Pep Guardiola, ex-Bayern de Munique.