24°
Máx
17°
Min

Botafogo surpreende em BH, vence por 2 a 0 e acaba com série invicta do Cruzeiro

O Cruzeiro teve uma sequência de seis jogos sem derrota interrompida neste domingo ao perder por 2 a 0 para o Botafogo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em partida disputada pela 24.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe mineira perde a chance de se afastar de vez da zona de rebaixamento, onde esteve antes da chegada do técnico Mano Menezes, em 25 de julho.

Na 14.ª posição com 29 pontos, o Cruzeiro tem apenas dois a mais que o Figueirense, o primeiro da zona da degola. Os gols foram marcados por Canales e Camilo para o Botafogo, que tem agora cinco vitórias e duas derrotas nas últimas sete partidas. Vai a 35 pontos, já entre os 10 primeiros colocados do Brasileirão.

Na próxima rodada, a 25.ª, o Cruzeiro vai à capital paulista para enfrentar o São Paulo no estádio do Morumbi, em partida marcada para as 21 horas desta quinta-feira. O Botafogo recebe o Santos no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, às 19h30 desta quarta.

Com início sonolento, a partida no Mineirão teve o primeiro lance com perigo de gol somente aos 15 minutos, em chegada do Botafogo. Victor Luis arriscou de longe e a bola passou perto da trave direita do goleiro Rafael. Aos 28, boa sequência de passes entre Arrascaeta, Cabral, Rafael Sóbis e Edimar, que cruzou rasteiro da esquerda. Ninguém do Cruzeiro aproveitou.

O clube mineiro por pouco não abriu o placar em cobrança de falta aos 37 minutos com Rafael Sóbis. O chute foi no ângulo esquerdo do goleiro Sidão, que defendeu espetacularmente. O time da casa melhorou no final do primeiro tempo. Aos 40, Arrascaeta recebeu na área e tocou para Ábila. Dudu Cearense tentou cortar, chutou em cima do argentino e a bola saiu pela linha de fundo. O Botafogo respondeu aos 44. Neilton chutou cruzado e Rafael defendeu com o pé.

Assim como no primeiro tempo, o Cruzeiro, que sofreu com a forte marcação do Botafogo, teve oportunidade de gol somente próximo aos 20 minutos da segunda etapa. Aos 18, Dudu Cearense perdeu a bola para Arrascaeta, que tocou para Ábila. O argentino passou por Joel Carli e bateu; Sidão defendeu. O goleiro botafoguense evitou o tento cruzeirense novamente aos 20, em cobrança de falta de Arrascaeta.

O Botafogo, então, respondeu com gol. Aos 21 minutos, Victor Luis tocou para Canales na área. O jogador tocou na saída de Rafael e colocou o time carioca à frente no placar. O clube alvinegro ampliou aos 34 com Camilo, que pegou de primeira um cruzamento de Victor Luis pela esquerda.

O Cruzeiro teve um gol anulado aos 47 minutos por impedimento de Lucas, que jogou para as redes de cabeça. Assim, com a derrota, perdeu a chance de alcançar a quarta vitória seguida na competição.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 0 x 2 BOTAFOGO

CRUZEIRO - Rafael; Lucas, Manoel, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Ariel Cabral (Lucas Romero), Robinho (Willian) e Arrascaeta; Rafael Sóbis (Alisson) e Ábila. Técnico: Mano Menezes.

BOTAFOGO - Sidão; Emerson Santos, Joel Carli, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Victor Luis, Bruno Silva, Dudu Cearense, Camilo e Neilton (Rodrigo Pimpão); Sassá (Canales). Técnico: Jair Ventura.

GOLS - Canales, aos 21, e Camilo, aos 34 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ábila, Arrascaeta e Willian (Cruzeiro); Bruno Silva e Joel Carli (Botafogo).

ÁRBITRO - Rafael Traci (PR).

RENDA - R$ 700.430,00.

PÚBLICO - 28.569 pagantes.

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).