22°
Máx
14°
Min

Botafogo vence Madureira, mantém invencibilidade e assume vice-liderança

O Botafogo venceu o Madureira por 1 a 0 neste domingo, no estádio de Los Larios, em Xerém, pela segunda rodada da Taça Guanabara. Com o resultado, o alvinegro chega a quatro pontos, na segunda colocação desta segunda fase do Campeonato Carioca. O Madureira amarga sua segunda derrota consecutiva e, sem pontos, está na sétima posição. O alvinegro faz boa campanha e ainda não experimentou derrotas em 2016.

Em um jogo relativamente tranquilo, o clube de General Severiano demonstrou em campo a razão de ter uma das campanhas mais sólidas do Carioca. Dominou a partida durante os 90 minutos, mas levou alguns sustos do time do subúrbio. O goleiro Jefferson foi bem quando acionado e o volante Lindoso e o meia Gegê preencheram o meio de campo, criando boas jogadas. Bruno Silva foi oportunista e marcou o seu.

Do outro lado, o Madureira seguiu a cartilha dos times pequenos: se segurou bem na defesa e buscou espaços no contra-ataque. Apesar da vontade, ela não foi suficiente para vencer. O destaque foi o goleiro Rafael Santos.

As equipes voltam a campo para a próxima rodada da Taça Guanabara. O Madureira duela contra o Bangu no sábado, às 15h30, no estádio Conselheiro Galvão. O Botafogo enfrenta o Vasco em São Januário, às 16 horas, no domingo.

O JOGO - O Botafogo se impôs como favorito desde o início da partida. Dominou a posse de bola e foi criando jogadas de perigo. Aos 10, Diogo Barbosa cruzou na área e Emerson cabeceou para boa defesa de Rafael Santos. Aos 14, o Madureira respondeu com Leandro Chaves, que fintou Airton e finalizou. A bola bateu na rede pelo lado de fora.

O alvinegro foi se aproximando do gol e, aos 34 minutos, se aproveitou. Em uma saída atrapalhada com erro de passe de Daniel, Gegê ficou com a bola na entrada da área e bateu forte. O goleiro Rafael Santos espalmou e Bruno Silva estava na sobra para completar para o gol. Com a vantagem, o time de General Severiano administrou o resultado até o fim do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o Botafogo não foi agressivo e deixou o jogo ficar morno. O Madureira atacou de forma desorganizada e teve dificuldade de criar jogadas de perigo real. Aos 15, Gegê chutou forte de fora da área e o goleiro Rafael Santos fez excelente defesa, espalmando para escanteio. Aos 29, o goleiro salvou novamente. Diogo cruzou e Ribamar, dentro da área, bateu no contrapé de Rafael Santos, que fez defesa milagrosa para evitar o segundo gol botafoguense.

O time do subúrbio carioca tentou reagir, porém, com o passar do tempo foi esbarrando no próprio cansaço. O alvinegro administrou placar favorável até o fim, com algumas jogadas mais incisivas. Aos 48, o goleiro Rafael Santos voltou a evitar um gol ao defender um chute de Gegê da entrada da área que tinha endereço certo.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 0 MADUREIRA

BOTAFOGO - Jefferson, Luis Ricardo (Octávio), Emerson, Joel Carli, Diogo Barbosa; Airton (Fernandes), Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Gegê; Salgueiro (Neilton) e Ribamar. Técnico: Ricardo Gomes.

MADUREIRA - Rafael Santos, Daniel, Leozão (Valdeir), Jorge Felipe; Filippe Formiga, Ryan, Willian Oliveira, Leandro Chaves, Gerley (Resende); Geovane Maranhão e João Carlos (Jéferson). Técnico: Alfredo Sampaio.

GOL - Bruno Silva, aos 34 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Airton e Bruno Silva (Botafogo); Leozão, William Oliveira, Leandro Chaves, Geovane Maranhão, Daniel e Jorge Fellipe (Madureira).

ÁRBITRO - Leonardo Garcia Cavaleiro.

RENDA - R$ 25.180,00.

PÚBLICO - 996 pagantes (1.252 presentes).

LOCAL - Estádio de Los Larios, em Xerém (RJ).