22°
Máx
17°
Min

Botafogo vence no Beira-Rio e impede o Inter de assumir a ponta do Brasileirão

(Foto: Divulgação)  - Botafogo vence no Beira-Rio e impede o Inter de assumir a ponta
(Foto: Divulgação)

O Internacional foi surpreendido pelo Botafogo, na tarde deste domingo, e perdeu por 3 a 2, no Beira-Rio, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Assim, após levar dois gols nos 15 minutos iniciais, desperdiçou a chance de assumir a liderança da competição.

Com o resultado, a equipe carioca, que luta contra o rebaixamento, respirou no Brasileirão e chegou aos 12 pontos. Já os gaúchos permanecem na segunda posição, com 20 pontos, a dois do líder Palmeiras, que tropeçou nesta rodada.

Atuando em casa, o Inter foi surpreendido logo no começo do primeiro. Aos oito minutos de partida, Fernandes recebeu sozinho dentro da área e chutou no ângulo, marcando o primeiro gol do Botafogo. Sete minutos depois, Neilton recebeu a bola na linha da grande área, avaliou e optou pelo lado direito para chutar na saída de Jacsson e ampliar o placar.

Quase no final da primeira etapa, o Inter teve que encarar mais uma dificuldade: Fabinho foi expulso após cometer uma dura falta em Neilton. Já nos acréscimos, Ernando sofreu carga na área, mas o árbitro não marcou pênalti, gerando bastante reclamação dos torcedores gaúchos.

Depois do intervalo, Argel decidiu retirar o lateral Geferson e colocar Alex na função, além de Marquinhos na vaga de Andrigo. O Inter iniciou a etapa final com mais fôlego e vontade de virar o jogo, mas seguia com limitações para armar jogadas mais efetivas.

Aos 24 minutos, veio um alento à torcida do Inter. Alex lançou para Sasha, que bateu cruzado em direção às redes. No entanto, enquanto o estádio ainda comemorava, Camilo se livrou da marcação e acertou um chutaço no canto esquerdo, fazendo 3 a 1 para o Botafogo aos 25.

O gol não desanimou o Inter e a partida seguiu em ritmo alucinante. Assim, três minutos depois, Alex cobrou escanteio e Ernando marcou, diminuindo o placar: 3 a 2. Apesar de insistir até o fim do jogo, mesmo com um jogador a menos em campo, o Inter não conseguiu fazer o gol de empate. Com isso, sofreu a terceira derrota no Brasileirão, sendo a primeira como mandante.

Pela 12ª rodada do Brasileirão, na próxima quarta-feira, o Inter enfrentará o Flamengo, no Estádio Kléber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo. Já o Botafogo, na quinta-feira, às 21 horas, jogará com o Atlético-MG, no Mineirão.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 2 X 3 BOTAFOGO

INTERNACIONAL - Jacsson; William, Alan Costa, Ernando, Geferson (Alex); Rodrigo, Dourado, Fabinho, Anderson, Andrigo (Marquinhos) , Gustavo Ferrareis (Bruno Baio); Eduardo Sasha. Técnico - Argel Fucks.

BOTAFOGO - Sidão; Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca, Diogo Barbosa, Airton (Rodrigo Lindoso) , Bruno Silva, Fernandes (Gegê), Camilo (Gervasio Núñez), Neilton; Ribamar. Técnico - Ricardo Gomes

GOLS - Fernandes, aos oito, e Neílton, aos 15 minutos do primeiro tempo; Eduardo Sasha, aos 24, Camilo, aos 25, Ernando, aos 28 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO)

CARTÕES AMARELOS - Alan Costa, Ernando, Geferson e Rodrigo Dourado (Internacional), Sidão, Renan Fonseca e Gervasio Núñez (Botafogo).

CARTÕES VERMELHOS - Fabinho (Internacional).

RENDA - R$ 652.271,00.

PÚBLICO - 25.037 pagantes.

LOCAL - Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).