22°
Máx
14°
Min

Botafogo vence Santa Cruz e deixa zona de rebaixamento do Brasileirão

(Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo) - Botafogo vence Santa Cruz e deixa zona de rebaixamento do Brasileirão
(Foto: Vitor Silva / SS Press / Botafogo)

O Botafogo conseguiu um excelente resultado para escapar da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Com um ótimo primeiro tempo, o time alvinegro fez já no primeiro tempo os dois gols da vitória sobre o Santa Cruz por 2 a 1, neste domingo, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), pela 13ª rodada do torneio nacional.

O resultado colocou o Botafogo fora da faixa dos quatro piores da competição, agora com 15 pontos ganhos. O time volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Coritiba, fora de casa. Já o Santa Cruz segue na penúltima colocação, com apenas 11 pontos, e tenta se reabilitar no sábado contra o Internacional, no Arruda, no Recife.

Além de deixar a zona do rebaixamento, o time conseguiu exorcizar o fantasma que o perseguia por rodadas. Com Sassá de volta, o time voltou a balançar as redes. Logo no primeiro minuto, o artilheiro recebeu passe de Neilton e fez 1 a 0.

A vantagem não significou lentidão. Com o mesmo ritmo de jogo, não demorou muito para que o placar fosse ampliado. Um dos principais jogadores da equipe desde que estreou, o meia Camilo encontrou Neilton na área para fazer 2 a 0 para os cariocas.

Com a vantagem, o Botafogo colocou uma pausa na partida e passou a administrar a vantagem em Juiz de Fora. O time pernambucano se atrapalhou e passou a ser presa fácil, sem conseguir ameaçar o goleiro Sidão.

No intervalo, o técnico Milton Mendes fez duas modificações. Uma delas foi a saída de Grafite, artilheiro do Brasileirão com oito gols. A mudança surtiu efeito. Keno, que entrou em seu lugar, fez boa jogada pela esquerda e cruzou para João Paulo diminuir, aos três minutos: 2 a 1.

O bom futebol do Botafogo desapareceu e a vitória começou a escapar. Foi por pouco que o empate não aconteceu aos 20 minutos. Após saída ruim de Sidão, Keno chutou na pequena área e Diogo salvou na linha do gol.

Na reta final do jogo, o Santa Cruz decidiu arriscar e se lançou ao ataque, sem se resguardar na defesa. Acuado, o Botafogo se perdeu e passou a aceitar a investida pernambucana. A melhor chance foi com Keno, que entrou na área e chutou forte para a defesa de Sidão, que garantiu o time alvinegro fora da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 2 x 1 SANTA CRUZ

BOTAFOGO - Sidão; Luis Ricardo, Emerson Santos, Renan Fonseca e Diogo; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo (Fernandes); Neilton, Sassá (Luis Henrique) e Rodrigo Pimpão (Gervasio Núñez). Técnico: Ricardo Gomes.

SANTA CRUZ - Tiago Cardoso; Vitor (Arthur), Walter Guimarães, Danny Morais e Roberto; Uiliian Correia, Marcilio, Léo Moura e João Paulo; Fernando Gabriel (Leandrinho) e Grafite (Keno). Técnico: Milton Mendes.

GOLS - Sassá, no 1º minuto, e Neilton, aos 17 do primeiro tempo; João Paulo, aos 3 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado (SC).

CARTÃO AMARELO - Vitor (Santa Cruz).

PÚBLICO - 5.033 pagantes (5.423 no total).

RENDA - R$ 126.920,00.

LOCAL - Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG).